header top bar

section content

VIXE: Antigo aliado de Zé Aldemir anuncia rompimento e afirma: Sou leal a Denise

O vereador disse também, que não acredita na candidatura de Zé Aldemir para prefeito de Cajazeiras.

Por

05/05/2015 às 17h10

Zé Aldemir é tachado de traidor em Cajazeiras

O vereador Nilson Lopes (PSD) surpreendeu ao declarar nesta terça-feira (05), que não acompanhará o aliado de 30 anos em Cajazeiras, o deputado José Aldemir (PEN).

Ao falar da campanha de 2014, o vereador disse que não entende a ciumeira de Zé Aldemir, pois o grupo da situação, liderado pela prefeita Denise Albuquerque (PSB) e Carlos Antonio (DEM) apoiaram os dois parlamentares (Aldemir e Jeová).

Nilson Lopes foi enfático ao afirmar que não vota no deputado para prefeito de Cajazeiras, pois continuará apoiando Denise. “Não vou pisar na bola. Não voto com Zé Aldemir”

O vereador disse também, que não acredita na candidatura de Zé Aldemir para prefeito de Cajazeiras. “Se mãe descer do céu e pedir pra eu votar em Zé Aldemir eu não voto”.

Ele revelou que há arestas entre a prefeita de Cajazeiras e Zé Aldemir e chegou a declarar que o aliado é traidor, na hipótese de rompimento com o grupo da situação. “Não tenho dúvidas disso porque um cara que tira mais de 11 mil votos em Cajazeiras, porque se não fosse Denise ele não tiraria mais de cinco mil votos”.

E Marcos?
O vereador afirmou que seu colega Marcos Barros (PSB) votou em Zé Aldemir e o deputado cometeu uma gafe ao duvidar do apoio dele. “Marcos Barros não é homem para trair”.

Ouça declaração do vereador durante entrevista no Rádio Verdade da Arapuan FM!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como