header top bar

section content

Na região de Cajazeiras: Conselho Tutelar lança edital para candidatos das próximas eleições. Confira aqui!

De acordo com os dispositivos legais, podem se candidatar pessoas acima de 21 anos, residentes em Monte Horebe e que estejam quites com suas obrigações eleitorais e militares

Por

21/04/2015 às 08h00

Eleições em Monte Horebe

O edital que prevê a eleição para conselheiros tutelares de Monte Horebe, foi publicado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). O processo eleitoral acontece no dia 4 de outubro e os novos conselheiros tomam posse no dia 10 de janeiro de 2016, para o quadriênio 2016/2019.

De acordo com os dispositivos legais, podem se candidatar pessoas acima de 21 anos, residentes em Monte Horebe e que estejam quites com suas obrigações eleitorais e militares e não tenham sido penalizados com a destituição da função de membro do Conselho Tutelar, nos últimos cinco anos. É necessário ainda ter concluído o ensino fundamental e não exercer cargo ou função partidária.

As inscrições podem ser feitas pessoalmente na sede da CMDCA, localizada à Rua Joaquim de Sousa, nº 42, em Monte Horebe, das  08h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00, entre os dias 02/04/2015 a 02/05/2015. Os interessados também podem se inscrever por meio de formulário eletrônico, disponível no site  institucional do Município (www.montehorebe.pb.gov.br).

Serão escolhidos cinco conselheiros tutelares e cinco suplentes.

Confira abaixo o edital e ficha de inscrição:

Edital

Ficha_de_Inscrição

Assessoria

Tags:
"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”