header top bar

section content

Deputado José Aldemir anuncia apoio à candidatura do filho de Cássio para Federal

O anúncio do apoio do deputado estadual José Aldemir (PEN) ocorreu durante o encontro regional do Partido Popular Socialista (PPS) em Cajazeiras. Confira!

Por

02/06/2014 às 16h34

Zé Aldemir declara apoio a filho de Cássio

O deputado estadual José Aldemir (PEN) anunciou no último sábado (31) apoio à candidatura de Pedro Cunha Lima (PSDB) na disputa à Câmara Federal nas eleições deste ano.

O anúncio do apoio de José Aldemir (PEN) ocorreu durante o encontro regional do Partido Popular Socialista (PPS). Também participaram do evento o presidente estadual do PPS Nonato Bandeira, o presidente municipal do partido José Leite Sobrinho, o radialista Fabiano Gomes (PPS), o ex-prefeito de João Pessoa Luciano Agra (PEN), além de prefeitos e lideranças políticas da região.

Durante pronunciamento, José Aldemir não poupou críticas ao governador Ricardo Coutinho (PSB), chegando a classificá-lo como psicopata. “O governo Ricardo Coutinho foi uma lastima. Eu nunca tinha visto um político tão insensível”, disse Aldemir. “Ele não tem remorso da maldade que faz com o povo e por esta razão só pode ser caracterizado como psicopata”, classificou o deputado.

Reunião
Ainda durante o final de semana José Aldemir (PEN) participou no bairro Ronaldo Cunha Lima, em Cajazeiras, de reunião com lideranças comunitárias do município. Na ocasião foram discutidas questões políticas, como também o parlamentar ouviu os anseios e reivindicações dos populares cajazeirenses.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula