header top bar

section content

Bispo de CZ responde a declarações fortes do religioso de Patos e diz: Ovo de chocolate é exploração comercial

Dom José respondeu ao Bispo da Diocese de Patos, no Sertão do Estado, Dom Eraldo da Silva criticou duramente os políticos.

Por

17/04/2014 às 17h04

Bispo fala da semana santa em Cajazeiras

O Bispo da Diocese de Cajazeiras, Dom José Gonzáles Alonso falou nesta quinta-feira (17), sobre o sentido da “Semana Santa”. “É tempo de penitência, caridade e fraternidade”.

Dom José disse que é o tempo de comer menos e comer pior.  “Isso só não vale para aqueles que costumeiramente comem pouco e comem mal”

Dom José assegurou que é tempo também de abstinência do coração. “Pode ser abstinência de falar mal do outro, não beber, essas são orientações da Igreja”

Páscoa 
Ele explicou que o ovo de páscoa recorda ressurreição do senhor. “O ovo de chocolate, o ovo colorido é exploração comercial”

Já o coelho recorda vida, pois tem uma reprodução muito rápida. “Saber o que significa os símbolos tem um sentido, mas usar só por tradição não adianta nada”

Resposta
Dom José respondeu ao Bispo da Diocese de Patos, no Sertão do Estado, Dom Eraldo da Silva criticou duramente os políticos do Brasil, e declarou que estava incrédulo com o Governo federal, estadual e municipal.

O Bispo cajazeirense disse respeitar Dom Eraldo, e declarou que “ele sabe o que tem falado”

Dom José ainda alertou a população: “O povo que pense, porque nunca um ideal político vai envolver um Bispo na política, mas o que ele disse foi para o bem de todos, para que haja mais honestidade”

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula