header top bar

section content

Vereador de São José da Lagoa Tapada agredido dentro da Câmara pelo prefeito revela tudo; “Tive medo de morrer”

Ele falou da família, da sua formação acadêmica em Direito na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), de Sousa e da sua infância.

Por

25/03/2014 às 20h13

O entrevistado do Frente a Frente da TV Diário do Sertão foi o vereador Romero Sá

O entrevistado do Frente a Frente da TV Diário do Sertão desta terça-feira (25) foi o vereador de São José da Lagoa Tapada, região de Sousa, Romero Sá (PSDB).

Ele falou da família, da sua formação acadêmica em Direito na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), de Sousa e da sua infância. 

Envelopes
O político deu 10 a liberdade de expressão, e justificou que foi uma conquista da democracia brasileira. “Foi o ponto chave para erguer a minha vida”

O vereador declarou que os próprios colegas tentaram tirar sua liberdade de expressão. Ele foi agredido dentro da Câmara Legislativa no ano passado pelo prefeito da cidade, Evilásio Neto (Neto de Coraci). “Foi o prefeito e mais sete pessoas que me agrediram somente porque estava defendendo os professores”.

Ele revelou que a família do prefeito já bateu em 23 pessoas na cidade. “Tive a coragem de denunciar porque foi tudo premeditado. Eles fecharam o prédio e passaram a e agredir dizendo que a lei eram eles”

Romero deu 10 para seus pais. “São honestos. Educaram-nos de forma íntegra e sadia”. Ele deu 10 para seus filhos. “É bom tê-los perto de mim porque no episódio senti medo de morrer”

O vereador deu ao rompimento e disse: “Ricardo deveria ter aberto mais o Governo para o PSDB”

E os zeros? 
O político deu zero para a administração do prefeito. “Pelo caos que se instalou na cidade. A pior administração. Dou zero ao prefeito também porque ele disse que tudo tem que se resolver na pêa”

Ele deu zero para os salários dos professores. “Os governantes deveriam ver com bons olhos essa situação”

O parlamentar declarou que não quer ser candidato a prefeito no ano de 2016, e deu nota zero a ideia.

Ele deu zero ao presidente da Câmara de vereadores, Nilson Alves. “Ele perdeu a chance de entrar na história. A Câmara foi omissa”

Coringa
Se o prefeito pedisse perdão? Perdoaria? “Temos que perdoar 70 vezes 7. Já perdoei, mas não posso permitir injustiças. Ele vai ter que pagar pelo que fez”

Veja vídeo!


​DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares