header top bar

section content

160 prefeituras da Paraíba estão com nome sujo; No Sertão, 59 municípios estão na lista negra. Confira!

Há prefeituras na Paraíba, que acumulam nove pendências no Cauc, quando o máximo existente neste cadastro é de 13 irregularidades. Veja a lista aqui!

Por

07/03/2014 às 17h09

Veja lista negra das prefeituras do Sertão

Prefeituras de 160 municípios da Paraíba não estão com contas em dia com a união, ou seja, elas estão com o “nome sujo” junto a União e não podem realizar convênio com o Governo Federal.

71,7% das prefeituras estão inseridas no Cadastro Único de Convênios (Cauc), e não podem receber as emendas individuais e voluntárias alocadas por deputados federais e senadores.

Há prefeituras na Paraíba, que acumulam nove pendências no Cauc, quando o máximo existente neste cadastro é de 13 irregularidades. Porém, a prefeitura que tiver apenas uma pendência não pode contratar com o Governo Federal.

Sertão
No Sertão o cenário não é diferente, pois 59 prefeituras estão inseridas no Cauc, veja a lista: Areia de Baraúna, que acumula 6; Água Branca, 1; Boa Ventura, 6; Bom Jesus, 1; Bom Sucesso, 2; Bonito de Santa Fé, 4; Brejo do Cruz, 2; Brejo dos Santos, 2; Cacimba de Areia, 1; Cajazeiras, 2; Catingueira, 6; Carrapateira, 3; Catolé do Rocha, 1; Conceição, 2; Corema, 1; Diamante, 5; Ibiara, 1; Itaporanga, 1; Jericó, 3; Joca Claudino, 3; Juru, 1; lagoa, 8; Mãe D´àgua, 1; Malta, 2; Manaíra, 1; Marizópolis, 1;Mato Grosso, 2; Nazarezinho, 1; Olho D´Água, 6; Passagem, 1; Patos, 2; Paulista, 2; Piancó, 2; Poço José de Moura, 1; Princesa Isabel, 1; Quixaba, 4; Salgadinho, 1; Santa Cruz, 1; Santa Inês, 5; Santa Terezinha, 1; Santana de Mangueira, 1; Santana dos Garrotes, 1; São Bento, 1; São Domingos, 5; São João do Rio do Peixe, 1; São José de Caiana, 3; São José de Espinharas, 1; São José de Piranhas, 6; São José de Princesa, 1; São José do Bonfim, 2; São José do Brejo do Cruz, 2; São José do Sabugi, 5; São Mamede, 4; Taperoá, 1; Texeira, 3; Triunfo, 2; Uiraúna, 1; Várzea, 1 e Vista Serrana, 1.

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, parte dos problemas enfrentados pelos municípios para a regularização das contas no Cauc se deve a falta de capacitação técnica, mas também ao fato de que o Governo Federal oferece programas e as prefeituras aceitam sem ter como arcar depois com a manutenção.

Sem poderem receber verbas voluntárias, as 160 prefeituras têm que contar apenas com as transferências constitucionais e legais, os recursos oriundos da arrecadção de tributos federais ou estaduais aos estados, Distrito Federal e municípios, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

DIÁRIO DO SERTÃO com Correio da Paraíba

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares