header top bar

section content

Procurador diz que inauguração da UPA de Sousa não passou de cunho eleitoreiro. Vídeo!

O caso está na Justiça e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) continua fechada. Veja abaixo!

Por

01/02/2014 às 10h32

Procurador falou com exclusividade ao DS

O Ministério Público Federal em Sousa (MPF) ajuizou, no dia 28 de janeiro, uma ação de improbidade administrativa referente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sousa (PB). A ação é contra o ex-prefeito Fábio Tyrone Braga de Oliveira; os engenheiros Dalton César Pereira de Oliveira, Manoel Emídio de Sousa Neto; e a empresa Canteiro Construção Civil Ltda.

Na ação, o MPF mostra que houve falha na fiscalização durante a construção da UPA de Sousa (PB) e explica a conduta praticada pelos demandados. Destaca-se que com o começo das obras iniciou também o rosário de irregularidades a prejudicar a população do sertão paraibano no tocante à prestação do serviço de saúde.

Cunho eleitoreiro
Em 26 de dezembro de 2012, no final do mandato como prefeito, Fábio Tyrone 'inaugurou' o prédio da UPA de Sousa (PB). Para o MPF, a conduta teve fins meramente eleitoreiros porque a obra não estava definitivamente concluída e nem havia sido fiscalizada pelo Ministério da Saúde.


                            Prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) continua fechado (Foto: Diário do Sertão)

Conforme o procurador da República Renan Paes Felix, que assina a ação, o propósito de angariar benesses eleitorais não se coaduna com o interesse público. O MPF destaca, também, que houve apenas um termo de recebimento provisório, assinado pelo engenheiro Dalton César Pereira de Oliveira, também demandado na ação de improbidade, estando a obra, até hoje, sem funcionar e com diversas irregularidades a corrigir. “A má-fé do prefeito em maquiar a conclusão da obra, para afirmar que a obra foi entregue dentro do seu mandato, foi tamanha que a UPA foi mobiliada com alguns móveis usados, vindos de um centro de reabilitação do município, e até adesivos indicativos foram colocadas aleatoriamente nas portas das salas”, afirma o procurador.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do MPF

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan