header top bar

section content

Região de SS: Prefeito aliado dos Girassóis defende candidatura de Cássio e dá zero a RC

O gestor sertanejo, que também é médico, criticou o programa ¨Mais Médicos¨ do Governo Federal. Veja Vídeo!

Por

15/12/2013 às 18h19

Prefeito da cidade de São Francisco João Bosco Frente a Frente com Jackson Queiroga na TVDS

Notas dez
Dr. João Bosco surpreendeu ao dar nota dez ao Programa Mais Médicos, do Governo federal de quem é opositor, em virtude de, em declarações a imprensa, já ter tecido severas críticas à chegada de médicos de outros países ao Brasil. “Como profissional médico não concordo com o programa, mas como gestor público preciso acreditar no Mais Médicos pelo bem do meu município, eu tenho que fazer minha parte e ouvir o apelo da presidenta”, justificou.

Deu nota dez e rasgou elogios a possível candidatura do Senador Cássio Cunha Lima ao governo do Estado em 2014,mostrando que o apoiará caso seja mesmo candidato, seguindo seu partido e contribuindo para o sucesso do tucano.

Ao se deparar com o nome de seu tio o médico Dr. Chico Coréa, falecido a 13 anos em acidente de automóvel, Bosco Filho demonstrou admiração pelo trabalho dele e visão futurista, onde sempre primou pelo bem de Sousa, contribuindo com a cidade e investindo nela, gerando emprego e renda para as pessoas. Em um momento de desabafo ele reclamou do “esquecimento”, da memória de Dr. Chico: “É uma pena por que já temos quase 14 anos da morte dele e não existe uma só homenagem pública a esse homem em Sousa que desbravou a medicina da região, incentivou a indústria e o comercio dessa cidade e região”, afirmou.  

Com bastante emoção e os olhos marejados ele deu nota máxima à memória de seu pai o Dr. João Bosco de Oliveira, a quem chamou de “minha inspiração, meu exemplo, meu guia”. Ressaltou seu apego com o pai, e disse que perdeu não apenas seu genitor, mais também um amigo leal e verdadeiro. “Perdi meu primeiro vestibular, mais ele sempre me apoiou, me incentivou e me disse para fazer a minha parte que Deus faria a dele”, concluiu bastante emocionado.

Ele também aprovou a possibilidade de vir a disputar reeleição em 2016 à prefeitura de São Francisco. “Se tiver motivado, como estou, certamente disputarei e farei o melhor pelo meu povo”, sentenciou.

Notas zero
Em relação às notas zero, Dr. João Bosco foi bastante enfático e direto em suas opiniões, demonstrando firmeza e coerência. Quando o assunto foram os adversários políticos no pleito que ele se sagrou prefeito, houve indignação: “O que você imaginar de nome de asilado, deturparam opção sexual, o que você imaginar! Isso em cima de palanque por pessoas que se dizem lideranças politicas, o que você imaginar foi feito”, desabafou contrariado.

“Eu fui chacoalhado, minha família, o Hospital Santa Terezinha, me pastoraram, colocaram tábuas com pregos para furar pneus do carro”, disse Bosco Filho ao citar momentos de tensão vividos na sua campanha à prefeitura de São Francisco o ano passado.

Perguntado se atualmente o clima continua assim ele deu mostras que pouca coisa mudou de lá pra cá. “Recentemente eu mi ausentei e meus adversários políticos inventaram que eu tinha ido aos Estados Unidos tratar um câncer!”, mais uma vez seu tom de voz foi de revolta e indignação.
Quando o prefeito se deparou com o envelope que trazia o tema “Gestão da saúde pública no Brasil”, ele foi enfático: “Não falta dinheiro falta gestão”, e deu zero sem titubear.

No último envelope o Prefeito João Bosco filho ficou Frente a Frente com um tema controverso: “Governado Ricardo Coutinho”. E ele deu zero, mesmo tendo votado em RC na última eleição, a pedido de seu colega de partido Cássio Cunha Lima.

Todo esse descontentamento por parte de Dr. Bosco Filho se dá pela promessa que foi feita pelo próprio Governador, em plena cerimônia do Orçamento Democrático onde ele de próprio punho assinou, na presença do prefeito de São Francisco e de Santa Cruz a ordem de serviço, porém esse serviço nunca teria sido iniciado. “Pensei que ordem de serviço se assinava após a licitação, mas depois dessa assinatura nada de licitação e ainda estamos esperando essa importante obra”, disse Bosco com cara de “poucos amigos”.

“Se ele fizer a estrada eu vou às ruas pedir voto para Ricardo, se ele não fizer a estrada eu vou ficar emcasa. Se ele não fizer a estrada e o candidato for Cássio eu voto em Cássio. Se ele não fizer a estrada e eu não tiver simpatia por nenhum outro candidato eu também vou ficar em casa. E se ele não fizer a estrada e Cássio o apoiar, aí Cássio vai me desculpar mais eu tenho o compromisso com o povo de São Francisco e eu só voto em Ricardo Coutinho se ele fizer a estrada que dá acesso ao nosso município”, assim João Bosco Filho, deu seu veredicto, com um olhar que beirou a irritação.  

Veja o programa completo!

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!

XEQUE-MATE

VÍDEO: Vereador de Cajazeiras e educadores esclarecem polêmicas sobre a identidade de gênero nas escolas

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018