header top bar

section content

Na Faisqueira: A ausência de Carlos Antônio em Cajazeiras e a criação da Universidade do Sertão

A coluna também traz as mudanças de partidos do políticos da região e desmantelo administrativo em Joca Claudino.

Por

12/10/2013 às 22h18

Carlos Antonio
A ausência de Carlos Antonio durante alguns dias da semana, da cidade de Cajazeiras, teria contribuído para desvincula-lo das ações administrativas da prefeita Denise, mas por outro lado, do ponto de vista das ações políticas, contaria como um ponto negativo, posição que ele é “expert” e tem jogo de cintura igual as bailarinas do Faustão.

Pula pula
No troca-troca de siglas partidárias, a mais representativa foi, indiscutivelmente, a de Jeová Campos, que abandonou o PT e se e se filiou ao PSB. Esta mudança teria sido mais favorável para que lado? Teria sido meio a meio, mas, diz o ditado popular: macaco que pula de galho em galho está sujeito a levar chumbo.

Vai começar a temporada dos negócios
Esse negócio de dizer que ainda é cedo e só em 2014 é que se discute política partidária é conversa para boi dormir. É só soprar um ventinho mais conveniente para um dos lados que os acordos, garantias, alianças e comunhões são passíveis de serem realizadas, mas por outro lado, se lá na frente um ventinho mais favorável soprar, são passiveis de serem desmanchadas no ar.

Vai começar a temporada dos negócios 2
Na história das eleições, mesmo a recente, já legou exemplos suficientes de que acordos, garantias, alianças e comunhões se desmancharam no ar. É só bater um ventinho mais conveniente para um dos lados. E olhe que muitos destes acordos foram feitos sob a luz do dia, imagine com os que são feitos no “escuro”. 

Pisou na bola?
O radialista Fabiano Gomes ao cobrar fidelidade cristalina de alguns chefes de repartição ao projeto de eleição para deputado estadual de Jeová Campos, de pessoas amigas de José Aldemir, teria esquecido que estes “comissionados” foram e continuam sendo fieis eleitores de Ricardo Coutinho.

Pisou na bola 2
Os nomes citados por Fabiano Gomes, em entrevista prestada na Rádio Alto Piranhas, jamais foram indicações de José Aldemir, que na época, para a GAGEPA, teria indicado o seu cunhado Jesus Maurera e para a Região de Ensino teria sido uma professora de São João do Rio do Peixe. Na realidade tanto um quanto o outro foram indicações exclusivas do vereador do PSB, Marcos Barros. Fabiano teria tirado conclusões apressadas que poderiam fazer com que Ricardo perdesse eleitores.

Dobradinha
É desejo do ex-reitor Thompson Mariz (PSB), candidato a deputado federal, fazer dobradinha com Jeová Campos em algumas cidades do Sertão da Paraíba. Em Cajazeiras, partiria do pressuposto do apoio do candidato a deputado estadual, Jeová Campos, agora do mesmo partido da prefeita Denise. Visão política é a capacidade de olhar para o momento presente e, em vez dele, ver o futuro. Conversas já teriam existido neste sentido. Um cidadão indagou: Qual o tamanho do fôlego financeiro dele?

Dobradinha 2
Alguns líderes cajazeirenses consideram o nome do ex-reitor Thompson Mariz fácil de ser trabalhado junto ao eleitorado, em função de relevantes serviços prestados a cidade. Na conta entra o curso de medicina e a expansão da UFGC, como um todo, em Cajazeiras. Não se tem uma posição do governador Ricardo Coutinho com a possibilidade de ter o aval do mesmo para esta dobradinha Jeová X Thompson, em Cajazeiras.

Enguiçando
O ônibus da prefeitura de Joca Claudino, que conduzia um grupo de pessoas da terceira idade para um passeio enguiçou no meio do caminho.  Depois de quase três horas de espera, finalmente descobriram qual era o problema: falta de combustível. Um dos velhinhos teria comentado: “essa prefeitura aqui tá igual a nós: de vez enquanto enguiça”.  

Do contra 
Existe entre a comunidade acadêmica da UFCG, Campus de Cajazeiras, professores que são contrários à criação de uma nova Universidade, mas em todos os segmentos da sociedade civil organizada de Cajazeiras existe unanimidade para sua criação e a AC2 vai liderar um movimento, a partir de novembro, para a retomada do projeto, que já está pronto e deverá ser entregue nas mãos da bancada da Paraíba, em Brasília.

Do contra
O modelo que vai ser proposto será na mesma linha e nos moldes em que foi criada a Universidade Federal do Cariri Cearense, que ao se desligar da UFC, receberá um volume de recursos superior a 100 milhões de reais, criação de mais Campi e mais cursos e mais de 200 contratações de professores e servidores. Quem fica contra a uma luta desta envergadura e que vai beneficiar a nossa região, não pretende criar raízes entre nós e talvez seja muito elitista.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

XEQUE-MATE

VÍDEO: Vereador de Cajazeiras e educadores esclarecem polêmicas sobre a identidade de gênero nas escolas

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente