header top bar

section content

Executiva estadual do Partido dos Trabalhadores aprova nota de repúdio a ex-deputado de Cajazeiras

É ruim: De acordo com a nota, a executiva do PT diz que o cajazeirense fez declarações levianas contra o prefeito de João Pessoa e o Deputado Couto.

Por

04/10/2013 às 15h45

Reunida na noite dessa quinta-feira (03) a executiva estadual do Partido dos Trabalhados aprovou nota de repúdio ao ex-deputado Jeová Campos, que em entrevista à imprensa fez declarações levianas contra o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), e o deputado federal Luiz Couto (PT).

Na nota, a executiva estadual do PT paraibano reafirmou a defesa do pluralismo partidário na sociedade brasileira com aprimoramento de funcionamento e organização, a luta pela reforma política e partidária que colocará na sociedade uma política eleitoral e de partidos políticos que represente os anseios da sociedade, defende a política do prefeito Luciano Cartaxo, que não utilizou a Prefeitura de João Pessoa como cooptação e barganha de políticos de plantão para os quadros do partido, como também repudia as declarações do ex-deputado estadual Jeová Campos contra o prefeito Luciano Cartaxo e o Deputado Luiz Couto, classificando-as como mentirosas e levianas, para mostrar serviço ao seu novo chefe político, o governador Ricardo Coutinho (PSB). 

Ainda na nota, o partido reafirma a oposição ao governo de Ricardo Coutinho (PSB) e a disposição de continuar construindo uma nova política para a Paraíba para as eleições de 2014, conjuntamente com partidos da base de sustentação do governo da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Assessoria de Imprensa

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada