header top bar

section content

Veneziano critica fim da “Manzuᔠe diz que a Paraíba tem déficit de mais de 11 mil policiais

Para Veneziano, a Paraíba tem sido tratada pelo Governo do Estado, no quesito segurança, com total irresponsabilidade:

Por

28/08/2013 às 18h38

Em entrevista hoje (28), na rádio FM Cruz das Armas, em João Pessoa, o pré-candidato ao Governo do Estado pelo PMDB, Veneziano Vital Do Rêgo – criticou o fato do governador Ricardo Coutinho ter acabado com a Operação Manzuá e não ter colocado em prática o que havia prometido em campanha eleitoral: de implantar a Polícia Itinerante.

Para Veneziano, a Paraíba tem sido tratada pelo Governo do Estado, no quesito segurança, com total irresponsabilidade: “Temos um déficit de mais de 11 mil homens na Policia paraibano. Muitos estão deixando a corporação e outros tantos ceifados pelo crime, como foi o caso do PM morto em Campina bem recentemente”.

O ex-prefeito de Campina Grande disse que nas suas andanças pelo estado, participando do Ciclo de Debates “Pensando a Paraíba”, promovido pelo PMDB, tem constatado a ausência da Polícia em todas as cidades: “Não se admite que um município como São Mamede, por exemplo, possua apenas dois PMS colaborando com a comunidade. Falta tudo, estrutura para se trabalhar, melhores condições salariais e respeito à tropa”, declarou Veneziano.

Veneziano disse que tem recebido reclamações de vários policiais civis que querem apenas que o Governo do Estado faça a convocação de um concurso público realizado há vários anos: “Nós temos outra postura de Governo. Encerrei minha gestão de oito anos em Campina Grande, tendo realizado 12 concursos e chamado mais de 6 mil servidores ao trabalho”.

O que falta também na Paraíba, conforme Veneziano, na questão de segurança pública, é o Governo assumir as fronteiras. “Não temos mais combate ao crime nas fronteiras. Os bandidos estão agindo livremente, causando pânico às pequenas cidades e nada é feito. Lamentável sob todos os aspectos”, criticou o peemedebista.
 

ASCOM

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares