header top bar

section content

Ex-prefeito de Sousa revela sentir mágoa de Salomão e descarta aliança com os ¨Gadelha¨

O ex-prefeito aproveitou a ocasião e desabafou também sobre seus amigos do poder e sobre sua trajetória política.

Por

01/12/2011 às 15h39

O advogado e ex-prefeito do município de Sousa, João Marques Estrela e Silva (PDT) recebeu a reportagem do programa Cidade Notícia (Rádio Líder FM) em seu escritório para uma entrevista exclusiva onde falou sobre vários assuntos referentes a sua trajetória política e administrativa ao longo dos últimos anos.

Mágoa de Salomão
João Estrela revela ter ficado bastante magoado com o processo impetrado na justiça eleitoral pelo ex-prefeito Salomão Gadelha o que culminou com a cassação do seu terceiro mandato em 2002.

Segundo ele, o processo foi criado e isso magoou sim. No entanto admitiu que houve troca de impostos por salários e até terrenos em cemitérios, mas que tudo isso é legal.

Para o ex-prefeito, a cassação mostrou quem são realmente os seus amigos e os amigos do poder. Sobre Thales Gadelha que era o vice na ocasião, Estrela ponderou alegando que Thales imaginava não ser atingido junto com a cassação do prefeito.

Rejeitado
Já sobre as eleições de 2008, Dr. João negou que tenha sido rejeitado pelo grupo para dar lugar a candidatura do atual prefeito Fábio Tyrone. Em sua opinião, foi preciso recuar porque André Gadelha ganharia as eleições se ele e Tyrone ficassem separados.

Nova candidatura
Perguntado se apesar de tudo que aconteceu até agora seria candidato mais uma vez a Prefeitura de Sousa, Estrela disse que nunca diria jamais, mas a meta é a reeleição do atual prefeito.

Johana
Em relação a campanha de 2012, o pai da vice-prefeita Johana Dinah Estrela admite que a filha é postulante, mas que o grupo tem outros nomes para comporem a chapa de situação.

Carente vip
Questionado a respeito do recebimento de R$ 16 mil como verba destinada aos carentes pela Assembléia Legislativa da Paraíba em 2007, João Estrela negou que tenha recebido o valor mesmo constando seu nome e CPF nos empenhos. Segundo ele, alguém recebeu em seu lugar.

Para provar tudo isso, informou que está pedindo através de ofício ao atual presidente da Assembléia que revele como e para quem a verba foi efetivamente paga, porém desconversou quando lembrado que o pagamento foi feito na época em que o aliado Lindolfo Pires era primeiro secretário da Assembléia.

Sem obras
Acusado por adversários de nos mandados como prefeito de Sousa não ter deixado obras relevantes, João Estrela retrucou. O ex-gestor apontou obras nos distritos na época como creches, escolas e em Sousa lembrou a construção do Cemitério São João Batista, da Casa de Sousa na Capital, do Vale dos Dinossauros e as obras sociais que eram destinadas a ajudar a pobreza.

Aliança
Sobre o futuro, João Estrela descartou qualquer tipo de aliança com a família Gadelha. “Não há motivos sequer para imaginar esta situação”, sentenciou.

André
O ex-prefeito enalteceu a figura de André Gadelha como sendo um político forte, mas reconheceu que o que tem que ser respeitado é o trabalho do prefeito Fábio Tyrone.

Maioria de votos
Perguntado se concorda que seu grupo político venceria as eleições de 2012 com diferença de 5.000 votos, João Estrela preferiu não apontar quantitativo. Apenas respondeu que o que importa não é a maioria e sim a vitória.

Ouça Áudio.

Levi Dantas especial para o DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida