header top bar

section content

Imprensa denuncia que Igreja proibiu vereador do Sertão a participar de eventos religiosos em Diocese

De acordo com documento, a Igreja não tem nenhuma representatividade legislativa em nenhuma cidade da região e a determinação não é política

Por Luzia de Sousa

18/06/2016 às 12h00 • atualizado em 18/06/2016 às 12h09

Vereador teria sido proibido de participar de eventos

O vereador Toinho Nascimento, da cidade de patos estaria proibido de participar de qualquer tipo de evento religioso da Diocese local. A denúncia foi veiculada na imprensa da cidade nesse final de semana.

VEJA MAIS

Depois de queimada viva, cadelinha que não perde missa pode ser expulsa da Igreja

Deputado defende união das oposições em Patos e ataca Nabor: “Ele é investigado pela PF”

Governo Ricardo Coutinho libera R$ 350 mil para compra de equipamentos de UPA do Sertão

O motivo da proibição se deu devido a um evento religioso realizado no dia 05 de junho, no Colégio Cristo Rei, onde segundo informações, o vereador se desentendeu com o Bispo de Patos, Dom Eraldo Bispo.

A confusão teria começado quando Toinho e seu Grupo de Louvor iriam se apresentar no evento. O Bispo disse que apresentações coreografadas não deveriam fazer parte de eventos religiosos e pediu para que não o grupo não realizasse a apresentação.

Segundo um ofício encaminhado pela Diocese de Patos, o vereador teria desacatado o Bispo Dom Eraldo, agido com intransigência e ridicularizou a autoridade religiosa na presença um público de mais de mil pessoas.

Como punição, através de decreto, Dom Eraldo proibiu terminantemente o vereador Toinho Nascimento de liderar o Ministério de Louvor o qual ele comanda há alguns anos e de participar de qualquer evento religioso realizado pela Diocese.

Ainda de acordo com o documento, a Diocese de Patos não tem nenhuma representatividade legislativa em Patos e em nenhuma cidade da região e a determinação não é de contexto político.

DIÁRIO DO SERTÃO com maispatos.com

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares