header top bar

section content

Padre diz que a Igreja precisa evitar que São João perca o sentido religioso – VÍDEO

Segundo ele, a data refere-se a São João Batista e celebra o batismo de Jesus Cristo como a luz para o mundo

Por Jocivan Pinheiro

23/06/2016 às 14h08 • atualizado em 23/06/2016 às 14h14

Nesta sexta-feira (24), comemora-se em todo o Brasil o tradicional dia de São João. Mas você sabe de qual João se refere essa data e qual a motivação religiosa dos festejos juninos? O padre Francivaldo Albuquerque, colunista do Direto ao Ponto, esteve nos estúdios da TV Diário do Sertão e tirou algumas dúvidas acerca das festividades juninas.

Segundo ele, a data refere-se a São João Batista e celebra o batismo de Jesus Cristo como a luz para o mundo. Daí por que o simbolismo da fogueira. Ao gesto de acender fogueiras, se associa o banquete comemorativo, por isso a abundância de comidas típicas nesse período.

“Em torno da fogueira a família renova as promessas do batismo, renova os compromissos da fé e celebra o banquete da comunhão gerada pela fé batismal”, explica o padre.

Sobre a importância de João Batista, ele afirma: “Ele é celebrado na cultura popular porque é um homem na sua plenitude, é aquele que aponta Jesus para o mundo.”

Mas nem tudo é festa religiosa no São João. No Brasil, os festejos juninos se tornaram motivo para a realização de muitos eventos culturais que não estão diretamente ligados à religiosidade típica desse período. Para o padre Francivaldo, é papel da Igreja e dos cristãos não permitir que a data perca o simbolismo religioso.

“Quem é responsável nesse momento é quem carrega a tradição. A própria Igreja tem esse papel fundamental. São os cristãos, de modo geral, que têm essa missão.”

Por fim, o padre deixa sua mensagem de esperança por um país melhor: “Que as pessoas celebrem essa noite de hoje no coração. A chama da fé lembrando João Batista deve ser celebrada com alegria. Por maior que seja a dor, a decepção no Brasil com a classe política de modo especial e grande parte do Judiciário também, que ela celebre com a grande esperança, com uma perspectiva desse por vir que se renova todo dia na vida, sem medo. Que cada um de nós, nessa festa de hoje, tenha essa alegria. Em qualquer circunstância que você estiver, não perder a fé, acender mais forte a fogueira, o fogo da esperança de uma vida nova.”

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires