header top bar

section content

Padre e vidraceiros dão suas versões sobre misterioso caso de imagem de Nossa Senhora que explodiu em Cajazeiras – Vídeo!

Vidraceiros que trabalham no ramo há vários anos acreditam que o forte calor foi o fator preponderante para que o monumento viesse a explodir

Por Jocivan Pinheiro

24/04/2017 às 16h43 • atualizado em 24/04/2017 às 16h46

No final da tarde do último sábado (22) uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, instalada há cerca de oito anos em um canteiro da Rua 13 de Maio, no Centro de Cajazeiras, explodiu misteriosamente causando um alvoroço nos moradores e levantando várias hipóteses.

Após ouvirem um forte barulho semelhante a uma explosão, moradores saíram à rua e se depararam com a imagem da santa e a proteção de vidro do altar destruídas em pedaços. Ainda não se sabem ao certo o que causou o misterioso fato. Os mais religiosos já fazem relação com forças místicas. Outros, porém, atribuem a suposta explosão ao clima quente da região.

VEJA TAMBÉM: Após explosão, empresário garante reconstruir nova imagem de Nossa Senhora Aparecida e diz: “A população de Cajazeiras é muito religiosa”

Imagem de Nossa Senhora Aparecida foi instalada há cerca de oito anos na Rua 13 de Maio

Nossa reportagem conversou com dois vidraceiros que trabalham no ramo há vários anos e eles acreditam que o forte calor foi o fator preponderante para que o monumento viesse a explodir. “É uma coisa inexplicável, mas tudo pode acontecer. A coisa abafada, não tem ar para ter circulação, pode ser que aconteça”, resume o empresário João Rodrigues (Bosco dos Quadros).

Imagem da santa e proteção de vidro do altar foram destruídas

Já o vidraceiro Damião Alves explica que vidro temperado pode rachar e até explodir se sofrer choque térmico. “Não tem como explodir aquilo com outra coisa. Nos meus 15 anos que trabalho com vidro, no meu ponto de vista é isso aí. A gente trabalha há muito tempo com isso e nunca ocorreu em Cajazeiras, foi a primeira vez.”

Imagem da santa e proteção de vidro do altar foram destruídas

Padre Francivaldo Albuquerque esteve no local, na manhã desta segunda-feira (24), e disse que a explosão da imagem trouxe uma “resposta de fé” para o povo, aflorando a religiosidade.

“É claro que aqui aconteceu um milagre físico. A natureza, por si, dentro da realidade climática, provocou essa explosão, e essa explosão vai gerar uma resposta de fé. O povo vai retomar a fé, refazer o gesto e fazer com que a imagem continue sendo uma referência, uma perspectiva de paz, saúde e tranquilidade nesse oratório familiar que é a 13 de Maio.”

DIÁRIO DO SERTÃO

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!