header top bar

section content

VÍDEO: Padre critica faculdade de Cajazeiras por não oferecer bolsas de estudo aos seminaristas

Monsenhor Gervásio Queiroga lamentou o fato de seu instituto não estar conseguindo arcar com a formação dos seminaristas no curso de Filosofia

Por Jocivan Pinheiro

16/04/2018 às 18h22 • atualizado em 16/04/2018 às 18h24

O monsenhor Gervásio Queiroga, padre da Diocese de Cajazeiras e fundador do Instituto Jesus Missionário dos Pobres (IJMP), que tem “filial” em Quixadá-CE, lamentou o fato de o Instituto não estar conseguindo arcar com a formação dos seminaristas no curso de Filosofia em Cajazeiras.

Porém, ele justificou que isso acontece porque a única instituição de ensino superior que tem esse curso na cidade não oferece bolsas de estudo, enquanto que em Quixadá, segundo ele, há bolsas e os gastos são bem menores.

“A Diocese tem condições de oferecer a todos os seminaristas estudos praticamente gratuitos. Eu pago por mês, por aluno, cem reais. Isso eu posso pagar. Mas se eu tiver quinze alunos para pagar quinhentos reais eu não posso. É por esse motivo, com muita pena para mim, porque eu gostaria que fosse em Cajazeiras o nosso seminário maior, mas não é. Nós temos aqui o prédio, mas não temos condições de manter todos os seminaristas pagando integralmente”, disse.

VEJA TAMBÉM: “Quantidade não é qualidade”, diz padre Gervásio sobre número de evangélicos

Monsenhor Gervásio Queiroga

Outra crítica feita pelo monsenhor é com relação à falta do curso de Teologia em Cajazeiras. Sobre isso, ele ressalta que além da dificuldade financeira em manter uma faculdade dessas, há muitos anos a Diocese não ajuda mais a formar padres em Roma, Itália. O bispo Dom José González Alonso, que antecedeu o atual, Dom Francisco de Sales, mandou apenas dois estudantes em 14 anos, segundo ele.

“Um ponto grave na Diocese é não ter gente com titulação e preparação, seja para Filosofia seja para Teologia, coisa que lá em Quixadá o bispo mandou bem vinte na sucessão dos anos. Eu acho que isso é um problema grave. Acho que Dom Francisco de Sales pode pensar nisso, mas estamos, de fato, com uns vinte anos de atraso”, declarou.

DIÁRIO DO SERTÃO

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo