header top bar

section content

Religiosos de Cajazeiras relevam causas de divórcios e Padre declara separação na Igreja será acelerada. Vídeo

Ambos celebraram a união matrimonial de 50 casais na noite da última terça-feira (15) em um casamento comunitário promovido pela Prefeitura. VEJA!

Por

18/12/2015 às 12h00

Para o padre Silvio de Sousa, vigário da Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade, Catedral de Cajazeiras e para o pastor Clayton Alencar, da Igreja Pentecostal Jerusalém, o casamento como instituição sagrada está em crise.

Ambos celebraram a união matrimonial de 50 casais na noite da última terça-feira (15) em um casamento comunitário promovido pela Prefeitura de Cajazeiras, e na ocasião conversaram com a TV Diário do Sertão sobre o aumento no número de divórcios nos tempos atuais.

Leia mais

Pedidos de crianças a Papai Noel leva pais e professores às lágrimas em Cajazeiras. Veja​

As motivações para a separação de um casal podem ser inúmeras, mas os dois líderes religiosos foram resumidos e contundentes nas suas opiniões. Para o padre Silvio, falta diálogo e sobra orgulho. Já para o pastor Clayton o que está faltando é amor.

“O orgulho muitas vezes invade o coração do homem e da mulher e ambos, quando entram numa crise, não deixam lugar à humildade, mas sim ao orgulho de um não ceder ao outro, então daí vem a crise”, justificou padre Silvio.

Pastor Clayton, por sua vez, disse que está faltando amor entre os casais, e as igrejas estão lamentando o fato de que, diante das crises conjugais, os casais não estão respeitando os dogmas bíblicos. “Eu atribuo isto a esta falta de amor. Ficamos tristes porque nós defendemos a tese do que a Bíblia fala, que uma vez casados, até que a morte os separe”, disse.

Padre Silvio comentou também a iniciativa do Papa Francisco em dar mais celeridade aos processos de divórcios católicos, sobretudo de pessoas que se casaram sem vontade própria. “A preocupação dele para com a família é muito grande, para que a família seja resgatada. Nesse mundo pós-moderno, perdeu-se um pouco o sentido de família e de união conjugal”, pontuou.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa