header top bar

section content

Padre da região de Cajazeiras denuncia Energisa por não prestar serviços à paróquia

De acordo com o religioso, a Energisa informou que a demora na prestação dos serviços foi a falta de um projeto, mesmo sendo apresentado a empresa.

Por

19/03/2014 às 17h58

Padre reclama sobre serviços da empresa

A comunidade Católica de São José de Piranhas está revoltada com a empresa de energia elétrica (Energisa), pois há seis meses o do padre Nicodemos Pereira da Paróquia São José solicitou os serviços para instalação de dez aparelhos de ar-condicionado e não foi atendido.

Outra preocupação da Paróquia é com a garantia dos aparelhos que podem perder o prazo de ressarcimento de perdas sem ao menos serem utilizados.

De acordo com o religioso, a Energisa informou que a demora na prestação dos serviços foi a falta de um projeto, mesmo sendo apresentado a empresa. 

Nicodemos informou também, que esta semana a Energisa informou que recebeu e aprovou o projeto enviado pela Paróquia, porém, requereu mais seis dias para a execução dos serviços.

O outro lado
Procurada pela reportagem, a sede de Cajazeiras alegou que não pode prestar qualquer esclarecimento, pois faz parte da política da empresa.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula