header top bar

section content

Papa francisco nega nomeação de mulheres cardeais: "Devem ser valorizadas, não clericalizadas"

¨Quem está a pensar em mulheres cardeais está a sofrer de clericalismo¨, declarou.

Por

16/12/2013 às 08h51

Desvalorizando as notícias veiculadas por alguns meios de comunicação que dão conta da possibilidade de o Papa Francisco vir a nomear mulheres cardeais como parte da reforma da Igreja, o próprio afirmou que as "mulheres, na Igreja, devem ser valorizadas, não clericalizadas".

Em entrevista ao jornal italiano La Stampa, o Sumo Pontífice disse não perceber a origem dos boatos.

"Não sei de onde é que isso veio. Quem está a pensar em mulheres cardeais está a sofrer de clericalismo", declarou.

Quanto às acusações de que as suas posições sobre a economia são "marxistas"(feitas, nomeadamente, pelos setores mais conservadores do Estados Unidos), o Papa disse que, apesar de não o ser, também não se sente ofendido.

"A ideologia marxista é errada. Mas ao longo da minha vida conheci tantos marxistas que são boas pessoas, que não me sinto ofendido", concluiu.

A Bola PT 

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires