header top bar

section content

Agricultores garantem cura para dengue, zika e chikungunya que aterrorizam o povo

A erva é usada no chá e promete solução para o caso.

Por Luzia de Sousa

19/05/2016 às 06h21 • atualizado em 19/05/2016 às 06h29

Agricultores informaram que o chá vem sendo procurado por pessoas infectadas da região.

Agricultores localizados no Assentamento Várzea do Curral, entre os municípios de Jacobina e Várzea Nova, no estado da Bahia afirmam ter a tão esperada cura para a tríplice epidemia – dengue, zika e chikungunya.

Veja também:

Sertão da Paraíba tem o primeiro caso confirmado da Síndrome de Guillain Barré

Mais um caso da doença que matou cajazeirense é registrado na PB; Ela teve primeiro a Zika Vírus. Vídeo

Cajazeiras registra somente este ano quatro casos da Guillain Barré; Uma pessoa morreu

Trata-se de uma erva nativa encontrada nos pastos e que leva o nome popular de Cravo de Anum, ou Cravo de Urubu. Pelos camponeses a planta está sendo bastante procurada por pessoas infectadas pelo mosquito Aedes Aegypti para utilizar em chás.

Segundo os agricultores, muitas pessoas que utilizam o chá da erva tem sarado e indicado a diversas outras pessoas que estão infectadas.

O cravo de anum ou cravo de urubu é o nome popular de uma planta da família das Borragíneas e tem como nome científico Heliotropium Indicum.

Do Veja Agora

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio