header top bar

section content

Novo estudo mostra os perigos de passar muito tempo sentado

Estudo mostra os perigos e o que afetam na sua saúde

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/02/2017 às 13h33 • atualizado em 18/02/2017 às 20h36

Pessoas mais sedentárias são 14% mais propensas a ter um ataque cardíaco ou problema semelhante do que aqueles que são menos sedentários (Foto: iStock)

Um estudo recente publicado na revista científica “JAMA” mostrou que pessoas sedentárias são mais propensas a ter um ataque cardíaco. O risco é ainda maior quando as pessoas passam mais de 10 horas de vigília todos os dias sentados, assistindo a televisão ou dirigindo.

Para a análise, os pesquisadores coletaram dados sobre mais de 700.000 pessoas, de nove estudos. Eles descobriram, após 11 anos de acompanhamento, que as pessoas que eram as mais sedentárias (cerca de 12 horas e meia não-ativas por dia) eram 14% mais propensas a ter um ataque cardíaco ou problema semelhante do que aqueles que eram os menos sedentários (cerca de duas horas e meia horas não-ativas por dia), mesmo após iniciarem práticas de atividade física.

Felizmente, uma segunda análise que incluiu dados sobre mais de 1 milhão de pessoas revelou que praticar 60 a 75 minutos de atividade física de intensidade moderada a cada dia parece reduzir o risco elevado de morrer entre as pessoas que passam mais de oito horas por dia sentado.

Os pesquisadores concluíram que é fundamental reservar algum tempo para a prática de atividade física.

Forbes

Tags:
EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa