Saúde
10/03/2017 às 17h06

postado por: Priscila Belmont

Saúde promove Manejo Clínico de Arboviroses para todas as macrorregiões

Na manhã da sexta-feira (10), foi a vez dos profissionais dos 40 municípios da 8ª, 9ª e 10ª GRS, no Centro de Treinamento, em Sousa.

SES, realiza, desde fevereiro de 2017, o Manejo Clínico para Dengue, Zika e Chikungunya.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza, desde fevereiro de 2017, o Manejo Clínico para Dengue, Zika e Chikungunya, buscando qualificar e atualizar os profissionais da Rede de Atenção à Saúde de toda a Paraíba. As qualificações são voltadas para profissionais médicos (clínicos e infectologistas) dos serviços hospitalares públicos e privados, e têm por objetivo tornar esses profissionais multiplicadores dos conhecimentos em seus respectivos municípios.

No mês de março o público-alvo foi ampliado para profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e coordenadores de vigilância epidemiológica) dos municípios paraibanos que atuam na Atenção à Saúde, como também os profissionais da Rede Hospitalar de todas as macrorregiões que não puderam comparecer a primeira qualificação. “Os eventos foram organizados por Macrorregiões de Saúde, buscando assim facilitar a adesão dos profissionais”, disse a gerente do Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas, Anna Stella Pachá.

Na última quinta-feira (9), a qualificação foi realizada para os 56 municípios da 6ª, 7ª e 11ª Gerência Regional de Saúde (GRS), no auditório do SEBRAE, em Patos. Na manhã da sexta-feira (10), foi a vez dos profissionais dos 40 municípios da 8ª, 9ª e 10ª GRS, no Centro de Treinamento, em Sousa.

Na segunda-feira (13), o Manejo Clínico será realizado das 8h ao meio-dia, no auditório do Centro de Ciências da Saúde de Fonoaudiologia /Terapia Ocupacional, na UFPB, em João Pessoa, para profissionais dos 64 municípios da 1ª, 2ª e 12ª GRS.

Para encerrar as atividades, durante todo o dia 20 de março a equipe da SES estará reunida com profissionais dos 70 municípios da 3ª macro, no auditório do Hospital de Trauma de Campina Grande. “Estaremos abordando a situação epidemiológica para os três agravos no Estado da Paraíba, com orientações sobre o fluxo laboratorial de amostras clínicas, seguindo das especificidades da dengue, chikungunya e zika vírus, com ênfase no manejo clínico do paciente de acordo com os Protocolos do Ministério da Saúde”, explicou Anna Stella.

Secom

Deixe seu comentário