header top bar

section content

Criança de quatro meses morre durante exames médicos; Ela deu entrada no HUJB

O HUJB vem sendo alvo de muitas denúncias, inclusive com um óbito, onde a família responsabiliza o hospital. Veja!

Por Luzia de Sousa

02/05/2016 às 19h07 • atualizado em 03/05/2016 às 14h11

Laiane Fernades morreu nessa segunda-feira no HRC

Laiane Fernandes Tavares, 4 meses de vida faleceu na tarde desta segunda-feira (2), no Hospital Regional de Cajazeiras. A criança teria dado entrada no Hospital Júlio Bandeira de Melo nesse domingo (1) foi atendida e liberada para casa.

VEJA TAMBÉM

» Vereador quer processar médico acusado de maltratar mulher e criança no HUJB

» Diretora do HUJB fala sobre morte de criança e atendimento que virou caso de polpícia

» Criança de dois anos precisa de escolta policial para ser atendida por médico em Cajazeiras

A criança é da Zona Rural de São João do Rio do Rio do Peixe e a mãe teria relatado que foram solicitados exames para essa segunda-feira (2), entretanto no momento que a criança passava pelo exame teve uma baixa e foi imediatamente encaminhada ao bloco cirúrgico, mas não resistiu e foi a óbito.

Segundo informações chegadas a nossa reportagem, a criança estava sofrendo de obstrução (não conseguia fazer cocô) e teria avançado para uma grande infecção.

Ainda segundo informações, o médico do HRC teria recomendado transferência urgente para a cidade de Patos, alertando que deveria ir entubada devido a gravidade do caso.

A criança faleceu no HRC porque os exames médicos são realizados na casa de saúde de Cajazeiras. O HUJB vem sendo alvo de muitas denúncias, inclusive com um óbito, onde a família responsabiliza o hospital.

O outro lado
Procurado pela reportagem do Diário do Sertão, o HRC emitiu Nota à Imprensa para esclarecer o caso. Já o HUJB, através da diretora Mônica Paulino informou que a criança deu entrada no hospital com broncoaspiração (engasgo) por comida, onde foi medicada, avaliada, inclusive com realização de exames que apresentaram quadro normal, por isso foi liberada.

“Não apresentava quadro infeccioso”, informou a diretora do HUJB, adiantando que foi suspensa a alimentação, mesmo assim, a mãe teria dado leite a criança.

DIÁRIO DO SERTÃO

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’