header top bar

section content

Presidente do Sousa se irrita com CBF e diz que decisão do time jogar fora foi “cruel”

“Estarrecido. Tirar o direito do Sousa jogar na sua cidade foi cruel demais”, escreveu Aldeone.

Por Luzia de Sousa

04/06/2016 às 17h12 • atualizado em 04/06/2016 às 19h25

Vereador Sousense Aldeone Abrantes (Foto: Diário do Sertão)

O presidente do Sousa, o vereador Aldeone Abrantes usou as redes sociais para neste sábado (4), para contestar a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que marcou para o Estádio Amigão, em Campina Grande, o jogo entre Sousa e Globo FC, que marca a estreia das duas equipes na Série D do Campeonato Brasileiro.

Apesar da equipe sousense ter o estádio Marizão liberado, inclusive sediado jogos no Campeonato Paraibano, a decisão da entidade máxima do futebol brasileiro foi de marcar o confronto para uma praça esportiva que fica a mais de 300 km da Cidade Sorriso, chocou o líder do Dinossauro.

“Estarrecido. Tirar o direito do Sousa jogar na sua cidade foi cruel demais”, escreveu Aldeone.

Ele informou também, que tentou se reunir com o presidente da CBF, Geraldo Varela, porém, sem êxito. “A classificação do Sousa para a Série D do brasileiro contrariou o interesse de alguém”, postou o presidente, adiantando que o time não vai desistir.

Veja postagem!

Aldeone_Sousa

DIÁRIO DO SERTÃO

NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas

VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras