Sertão
22/11/2016 às 13h41 • atualizado em 22/11/2016 às 14h29

postado por: C. Campelo

Físico e meteorologista fala sobre previsões de chuvas para fim de 2016 e início de 2017 no Sertão. Assista!

Assim, o estudioso Rodrigo Cézar Limeira, mantém a previsão de chuvas isoladas em Novembro e Dezembro no semiárido do estado. Confira aqui!

O fenômeno climático e oceânico La Niña se configurou há poucos dias, no entanto, sua intensidade fraca, deve favorecer um padrão de chuvas normal ou ligeiramente acima da média para o semiárido da Paraíba até o mês de Janeiro, está, portanto descartada a possibilidade de muita chuva no Cariri, Sertão e Alto-sertão do estado nos meses de Dezembro e Janeiro, conforme afirma o físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira.

De acordo com o estudioso, as águas na região central do Oceano Pacífico, também chamada região do Niño 3,4, a que tem influência no padrão dos ventos em altitude sobre o semiárido, estão atualmente com temperatura na faixa de 0,5°C abaixo da média, que é a temperatura mínima necessária para o estabelecimento do fenômeno. Dessa forma, Rodrigo espera pouca influência desse fraco episódio do fenômeno La Niña nos próximos 02 meses no semiárido paraibano.

Chuvas em Outubro confirmaram previsões de pesquisador:

Ainda segundo Rodrigo Cézar Limeira, outubro não teve influência do fenômeno La Niña, mas conforme o estudioso previu, ocorreram chuvas em alguns municípios do Alto-Sertão, dentro de uma condição climática normal para o citado mês.

A precipitação média de Patos em Outubro é de 4 mm, e choveu 00 mm no citado mês. Em Pombal, a precipitação média em Outubro é de 5 mm, e choveu 00 em Outubro. Em Sousa a precipitação média em Outubro é de 10 mm, e choveu 12 mm. Em Bonito de Santa Fé a precipitação média em Outubro é de 17 mm, e choveu 22 mm.

Sendo assim, os dados observados de chuvas em Outubro no semiárido do estado foram próximos das médias normais para o citado mês nos mencionados municípios.

O normal para Patos e Pombal, é chover muito pouco em Outubro, e não choveu nada, fato que mostra um padrão de chuvas próximo da normalidade, o mesmo raciocínio pode ser considerado para Sousa e Bonito de Santa Fé, onde também choveu próximo da média, e a Meteorologia trabalha com aproximações.

Cajazeiras não registrou chuva em Outubro, mas sua precipitação média é de 17 mm para o citado mês, fato que não implica num cenário ruim para 2017. A grande limitação neste caso é a delimitação dos locais onde essas chuvas isoladas devem cair, explica o estudioso. O fato de ocorrer um pouco de chuva em Outubro é positivo, pois sinaliza que o clima do semiárido voltou ao normal. Com o El Niño, geralmente não chove praticamente nada em Outubro e Novembro, e em Outubro já foram registradas chuvas, fato que é animador, pontua.

Ainda de acordo com o estudioso, foram registradas chuvas em 06 municípios do alto-sertão no referido mês, confirmando que não há mais influência do El Niño no clima do semiárido. O citado fenômeno dissipou no final de Maio, porem seus sinais ainda podem ficar presentes na atmosfera do semiárido por até 04 ou 05 meses posteriores.

Assim, o estudioso Rodrigo Cézar Limeira, mantém a previsão de chuvas isoladas em Novembro e Dezembro no semiárido do estado, mas dentro de um padrão normal, ou ligeiramente acima da média, fato que indica pouca chuva para esse final de ano no Cariri, Sertão e Alto-sertão da Paraíba.

Para o mês de Janeiro, o estudioso diz que os índices serão mais elevados, e há possibilidade de chuvas mais significativas no semiárido do estado.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário