header top bar

section content

Chorando, mãe de 3 crianças diz que perdeu tudo na chuva e terá que abandonar a casa

Em lágrimas a dona de casa conta que teve seus pertences e doações molhados pelas águas.

Por Luzia de Sousa

11/01/2017 às 08h33 • atualizado em 11/01/2017 às 08h46

Mãe conta situação difícil na cidade de Patos (Foto: Patos Online)

Após ter sua história de dificuldades contada por parte da imprensa patoense na semana passada, a família de Maeli, dona de casa, 22 anos, mãe de três filhos, sendo um deles com necessidades especiais, passou por mais um transtorno na noite desta segunda-feira (9). As fortes chuvas que caíram na cidade, trouxeram danos e prejuízos a essa família. A casa onde Maeli vive com os filhos foi invadida pela forte chuva, os ventos danificaram a estrutura e o prédio está ameaçado de desabamento. Uma equipe da Defesa Civil fez realizou vistorias no local na manhã desta terça-feira e a qualquer momento a casa por ser interditada.

+ Chuva chega ao Sertão causando destruição e alagamentos das ruas e canais. VÍDEO!

Maeli não tem para onde ir com sua família, ela contou a nossa reportagem que os donativos que recebeu na semana passada, ficaram perdidos dentro da inundação, os poucos moveis e utensílios que possui também foram danificados, fogão, geladeira, colchão.

“No momento que começou a chuva eu estava na cozinha, fazendo o mingau para o Emanuel, começou a ventar forte e aqui teve um apagão na energia, seguido de um barulho, era um pedaço da parede da sala que tinha caído e quase caiu por cima de Emanuel. Parei tudo que estava fazendo e levamos as crianças para a casa da minha avó. Mesmo com muita chuva, precisamos sair de casa, pois eu só pensava em salvar a vida dos meus filhos. Tive medo da casa cair sobre nós e a água também já invadindo tudo, por conta do bueiro que entope e a água invade a casa”, contou Maeli. Em lágrimas a dona de casa conta que teve seus pertences e doações molhados pelas águas.

“Tudo que eu tinha recebido e umas coisinhas que tenho em casa, molhou tudo. Meu fogão, geladeira, doações como leite, feiras, fraudas, perdi praticamente tudo. O fogão não ascende mais, pois a água passou por cima, a geladeira ainda não tive coragem pra ligar pois também ficou com água quase por cima. Meu único colchão também está ensopado”, continuou o relato.

Desespero e apelo
A situação de Maeli chega a ser desesperadora, pois a mesma além de não ter alimentos para sua família, precisa sair com urgência da casa onde mora. Ela conta que não tem para onde ir e apela para a solidariedade e boa vontade da população patoense.

“Nesse momento que puder me ajudar com alguma coisa, seja alimentos, fraudas, vestimentas, alguma quantia financeira eu agradeço muito, pois a situação é muito difícil para mim”, concluiu.

Esperança
De acordo com Maeli, uma perícia está marcada para examinar a situação de Emanuel, que nasceu com necessidades especiais. A nasceu com uma paralisia rara, o que não permite, andar, falar, enxergar; Emanuel apenas escuta o que as pessoas falam. Esse exame para um possível recebimento de algum benefício está programado para o dia 18 de abril. Essa será a segunda vez que Emanuel será examinado, na primeira tentativa de recebimento de benefício, a perícia não atestou que a família dele necessitava de apoio para o seu sustento.

Doações
Maeli informou seu endereço para quem quiser e puder ajudar a família:

Rua José Crispim, 51, de fronte a metalúrgica de Cícero, próximo ao posto Almeidão, bairro Monte Castelo

Fones: 9 9821-1262 e 9 9989-6289

Do Patos Online

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan