header top bar

section content

Bernardino Batista realiza evento de revitalização e ampliação da produção de caju; Várias autoridades estiveram presentes

Os trabalhos contam com a parceria da Gestão Unificada, desde a produção de mudas e o acompanhamento do plantio.

Por Luzia de Sousa

18/02/2017 às 22h47

Várias autoridades estiveram presentes

O presidente da EMATER, EMEPA e INTERPA da Paraíba (Gestão Unificada), Nivaldo Magalhães esteve na cidade de Bernardino Batista, acompanhado do prefeito anfitrião Gervázio Gomes (PSB), acolheu os novos produtores de caju e apresentou o projeto pioneiro no estado.

10 mil mudas de caju precoce foram produzidas pela EMEPA e vão contribuir para a recuperação do plantio desta cultura no município de batistense, no Sertão. Essas são iniciativas que o presidente da Gestão Unificada destacou como sendo fundamentais dentro da proposta do Governo do Estado de desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, com geração de renda.

As mudas de caju são provenientes de um convênio firmado entre a Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária integrante da Gestão Unificada e a Prefeitura de Bernardino Batista, para fazer parte do projeto intitulado de ‘Expansão da Cajucultura no município, firmado desde outubro de 2016.

O plantio foi iniciado nessa sexta-feira (16) e contou com as presenças dos prefeitos de Poço Dantas, José Gurgel (Dedé Cândido), Uiraúna, Bosco Fernandes, Triunfo, Damísio Mangueira, Lastro Ataíde Diniz, Mari, na Zona da Mata, Antonio Gomes, Joca Claudino, Jordanha Lopes, entre outras autoridades e representantes de pastas ligadas a agricultura dos municípios.

A primeira muda foi plantada pelo Presidente da EMATER e pelo prefeito Gervázio Gomes, que estiveram presentes também no campo onde o projeto começa a contemplar os 50 agricultores familiares.

Os trabalhos contam com a parceria da Gestão Unificada, desde a produção de mudas e o acompanhamento do plantio até a orientação técnica, que será de responsabilidade da Emater e de técnicos indicados pela prefeitura.

A Gestão Unificada fornece as mudas produzidas com o apoio financeiro da prefeitura e disponibiliza pesquisadores e técnicos agrícolas para ministrar palestras e treinamentos aos agricultores beneficiados, acerca das tecnologias de cultivo.

Foram produzidas 10 mil mudas de caju CCP-76, certificadas pelo Ministério da Agricultura, para atender as comunidades de Alto de Boa Vista, Baixio dos Galdinos, Barbosa, Boré, Bulandeira, Cabeça, Cacimbas, Cafundó, Cosmo de Brito, Egídio, Mariano e Ponta da Serra, que conta com o envolvimento de pelo menos 200 famílias.

Gervázio Gomes agradeceu ao Governo do Estado, a todos da Gestão Unificada e lembrou que a cultura do caju é uma das principais atividades da população rural do município e por isso está buscando a expansão da área produtiva, e consequentemente melhorar a econômica e qualidade de vida do homem do campo, e por fim contribuir com a sustentabilidade ambiental do município.

.

Assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares