header top bar

section content

Especialista compara depressão com diabetes e repudia preconceito com problemas psicológicos. Veja Vídeo!

De acordo com Thalita, a sociedade tem resistência em ir ao psicólogo, ao psiquiatra ou tomar medicação. "O problema psicológico precisa ser tratado”.

Por

07/08/2015 às 16h32

A psicóloga da cidade de Sousa, Thalita Langbehn em seu comentário Direto ao Ponto para a TV Diário do Sertão desta sexta-feira (07) falou sobre o preconceito que as pessoas têm com relação ao tratamento das doenças psicológicas. De acordo com Thalita, a sociedade tem resistência em ir ao psicólogo, ao psiquiatra ou tomar medicação.

“Precisamos desmistificar essa história de que psicólogo ou psiquiatra é coisa para louco. O problema psicológico é uma doença normal e precisa ser tratado”, disse ela, comparando o transtorno de ansiedade e a depressão com diabetes ou um problema cardíaco. 

Thalita contou que essa história do preconceito começou na época medieval, e que ao longo dos anos, as pessoas entenderam que, sofrer problemas psicológicos é motivo de vergonha e até escondem.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula