header top bar

section content

Acidentados pedem dinheiro e botam DNIT e Governo do Estado na justiça por má conservação das estradas

Embora boa parte do número exagerado de acidentes seja por negligência ou imprudência dos condutores, existem várias formas de ser reparado.

Por

22/06/2015 às 16h54

O advogado da cidade de Sousa, Cláudio Diniz, em seu comentário Direto ao Ponto para a TV Diário do Sertão desta segunda-feira (22) falou sobre o número de ações indenizatórias que estão sendo impetradas contra o DNIT, o Estado e outros órgãos, devido a má conservação das estradas.

Segundo Cláudio, os autores dessas ações são pessoas que sofrem acidentes de trânsito. O advogado explicou que, cada vez mais, acidentados têm procurado reparação civil pelo acontecimento.

Embora boa parte do número exagerado de acidentes seja por negligência ou imprudência dos condutores, existem várias formas de ser reparado, conforme Cláudio. Uma delas é o DPVAT, seguro pago pro todos os contribuintes que adquirem um veículo.

As entidades responsáveis pelo veículo também podem receber ações judiciais desse tipo.

De acordo com Cláudio, o acidentado deve logo procurar um advogado para saber qual a melhor forma de ser indenizado.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas

VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras