header top bar

section content

Retrocesso: Cidade sertaneja volta no tempo e população precisa carregar água na cabeça

A população reclamou ainda que, não recebe sequer ajudar de um caminhão-pipa para o abastecimento de água.

Por

19/06/2015 às 16h43

Cidade sertaneja volta no tempo. Açudes secaram

A população da zona urbana de Boa Ventura, no Vale do Piancó está enfrentando sérios problemas por falta de água. Uma reportagem do jornal Folha do Vale mostra que nas ruas da cidade é possível ver homens, mulheres, crianças e até idosos com baldes e panelas em busca de água para matar a sede e cozinhar.

Entretanto, além do problema da falta de água, o que também maltrata os habitantes é a falta de explicações. Segundo informações da população, nenhum órgão se manifestou com relação à ausência de água nas torneiras que é constante. 

A população reclamou ainda que, não recebe sequer ajudar de um caminhão-pipa para o abastecimento de água.

De acordo com os moradores de Boa Ventura, os órgãos governamentais como a Aesa e Cagepa só apareceram em ocasiões de manifestações e deram soluções paliativas ao caso.

A preocupação do povo é que o problema era antes verificado nos meses de outubro e novembro, porém, ainda está no meio do ano e a falta de água já é constante.

Boa Ventura é abastecida por poços no leito do rio Piancó e recebe água, sobretudo, do riacho das Bruscas, de Curral Velho. No entanto, parte do riacho próximo à cidade está seco e não se sabe se as comportas da barragem estão fechadas ou diminuíram a vazão da barragem. 

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:
"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”