header top bar

section content

Valorização da cultura: Prefeitura de Sousa isenta IPTU de imóveis declarados como patrimônio histórico

Serão injetados mais investimentos em atividades como teatro, música e literatura nas escolas públicas municipais e em praças dos bairros mais carentes de Sousa

Por

10/06/2015 às 17h14

A Prefeitura de Sousa vai isentar do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) imóveis declarados como proteção ambiental ou patrimônio histórico e/ou cultural. Em reunião na tarde da terça-feira (09), o Prefeito André Gadelha e a equipe técnica do Centro Cultural Banco do Nordeste/ Sousa, acertou que o dinheiro que seria investido no pagamento do IPTU será empregado em atividades culturais do município.

Serão injetados mais investimentos em atividades como teatro, música e literatura nas escolas públicas municipais e em praças dos bairros mais carentes de Sousa, cuja programação das localidades será indicada pela Fundação Municipal de Cultura e os artistas e as atividades pelo CCBNB.

“No ano passado, enquanto vereador elaborei um projeto de lei, aprovando e sancionado pelo prefeito André Gadelha que declarou o Centro Cultural Banco do Nordeste como Patrimônio Cultural Sousense”, disse o chefe de gabinete Lafayette Gadelha.

Patrimônio Cultural
È o conjunto de todos os bens materiais ou imateriais que, pelo seu valor próprio, devem ser considerados de interesse relevante para a permanência e a identidade da cultura de um povo.

Patrimônio é tudo aquilo que nos pertence. È a nossa herança do passado e o que construímos hoje. É obrigação de todos nós, preservar, transmitir e deixar todo esse legado, às gerações vindouras.

Decom

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’