header top bar

section content

Assassinato CZ: Advogada de defesa sofre agressão e OAB repreende: Não é criminosa

A OAB saiu na defesa da advogada, deixando claro que, qualquer ato que viole os direitos dos advogados será repreendido na forma da lei.

Por

10/04/2015 às 14h04

Polêmica envolve morte de Roberto em CZ

A OAB subseção de Cajazeiras, através de seu presidente João de Deus Quirino Filho publicou nesta sexta-feira (10) uma nota a imprensa esclarecendo a polêmica que está girando em torno da atuação da advogada Catharine Rolim Nogueira na defesa de Henrique Macena Marques, acusado de matar o jovem Roberto Santos em Cajazeiras.

De acordo com a nota, Catharine foi agredida moralmente por estar defendendo Henrique. O documento esclarece que, como advogada criminalista, Catharine não está compactuando com o crime, mas sim, exercendo sua profissão.

A OAB saiu na defesa da advogada, deixando claro que, qualquer ato que viole os direitos dos advogados será repreendido na forma da lei.

Veja também: 

►Irmão do jovem queimado vivo em Cajazeiras chora, conta revolta da família e revela que mãe sonhou com morte do filho

►Delegado fala sobre caso do jovem queimado vivo em Cajazeiras e declara que vídeo não é prova para prender acusado

►População protesta em Cajazeiras e pede justiça por morte cruel; “Fez churrasco do meu irmão”

Veja a nota na íntegra:

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio