header top bar

section content

Advogado diz que Previdência exclui o povo e taxa declaração do ministro de aberração

O advogado lembrou que os trabalhadores precisam lutar bastante até conseguir se aposentar, pois a Previdência é um órgão burocrático.

Por

12/03/2015 às 16h37

Advogado dá opinião sobre Previdência

Nesta quinta-feira (12), o advogado cajazeirense Antônio Pereira, conhecido como Doutor Toinho, chamou de “aberração” as declarações do Ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas. O ministro disse que considerava um equívoco a aposentadoria aos 50 anos de idade.

Doutor Toinho disse ainda que, os sindicatos e organizações trabalhistas devem barrar essa ideia do ministro que, segundo ele, é incompatível com a expectativa brasileira. “Nós não podemos concordar com essa afirmação. Essa ideia de que a expectativa de vida no Brasil é acima de 80 anos é inverídica”, disse ele.

O advogado lembrou que os trabalhadores precisam lutar bastante até conseguir se aposentar, pois a Previdência é um órgão burocrático. “Muitos morrem pouco depois da aposentadoria e outros falecem antes mesmo de se aposentar, com vários anos de contribuição”, disse. 

Doutor Toinho disse que falta estabilidade ao Sistema Previdenciário, pois as modificações são constantes e afirmou que o Sistema Previdenciário Brasileiro é um dos mais excludentes do mundo.

Assista a reportagem da TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan