header top bar

section content

Diretora do HRC tira ambulância de distrito e pede paciência: “Não é obrigação do Estado”

Edjane explicou que manter a ambulância não é uma obrigação do Estado e nem do HRC, mas sim do município de São João do Rio do Peixe.

Por

26/02/2015 às 17h35

Diretora do HRC, Edjane Leite

A diretora do Hospital Regional de Cajazeiras, Edjane Leite, justificou a retirada de uma ambulância do distrito de Gravatá, município de São João do Rio do Peixe, fato que gerou polêmica na imprensa sertaneja.  

Edjane explicou que manter a ambulância não é uma obrigação do Estado e nem do HRC, mas sim do município de São João do Rio do Peixe. “A ambulância é do Estado e foi cedida ao distrito de Gravatá devido às dificuldades de acesso da população até os serviços do hospital”, disse.

A diretora informou ainda que, o município nunca colaborou com o abastecimento da ambulância, nem com pagamento de motorista, tudo sempre foi feito pelo Estado. Ela disse também que vai tentar devolver a ambulância desde que o município colabore: “Só posso pedir à população do distrito que tenha paciência”.

Assista a reportagem da TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares