header top bar

section content

Prefeita Denise autoriza início das obras para conclusão da Avenida Aldo Matos de Sá em Cajazeiras. Veja Vídeo!

A prefeita explicou que, as obras da Avenida Aldo Matos de Sá não foram concluídas antes devido a irregularidades nas contas junto ao TCE. Veja!

Por

22/04/2014 às 16h12

Obras serão concluídas na Avenida Aldo Matos de Sá

A prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque autorizou nesta terça-feira (22) o início das obras para a conclusão da Avenida Aldo Matos de Sá. Juntamente com o secretário de Planejamento, Joselito Feitosa e com o secretário de Infraestrutura, Roberto Cartaxo, a prefeita visitou a Avenida e deu as primeiras coordenadas com relação às obras.

De acordo com a prefeita Denise, serão colocadas manilhas, além de ser feito o serviço de saneamento e em seguida, o calçamento.

A prefeita explicou que, as obras da Avenida Aldo Matos de Sá não foram concluídas antes devido a irregularidades nas contas junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). “As obras haviam sido dadas como concluídas, mas quem passava, via que faltava muita coisa”, disse Denise.

Ao todo, serão gastos cerca de 200 mil reais em recursos próprios nas obras da Avenida. A iluminação do local também será instalada. O prazo para entrega é de cerca de seis meses.

“As obras da Avenida Aldo Matos de Sá são importantes não somente para Cajazeiras, mas, para toda a região. Vai desafogar bastante o trânsito”, disse a prefeita.

Saúde
A prefeita Denise lembrou que o município está recebendo mais oito médicos, cubanos e brasileiros para atender na saúde básica de Cajazeiras.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO com Secom

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula