header top bar

section content

População de Cajazeiras denuncia podridão em ruas devido a lixo; empresa explica. Ouça!

Um dos responsáveis pela empresa Limpcar, Fabrício Feitosa respondeu as denúncias dos moradores de Cajazeiras.

Por

07/03/2014 às 16h52

Moradores reclamam de lixo nas ruas.

Após o carnaval, vários moradores da cidade de Cajazeiras realizaram denúncias contra a empresa Limpcar, responsável pela coleta de lixo no município.

A popular Helena Amaro, da Rua do Profeta João Alves por exemplo, disse que, a empresa não está seguindo o cronograma divulgado: “A rua está podre, cheia de lixo. Os cachorros rasgaram tudo. Está uma fedentina geral”, reclamou ela.

Já outra popular identificada como Fátima, moradora da rua Desembargador Boto disse que, os donos da empresa pagam mal e por essa razão os funcionários não querem trabalhar. “A maioria saiu e a empresa não contrata mais ninguém. Não tem funcionários suficientes”, ressaltou.

Por outro lado, uma moradora identificada como Josefa do bairro Mutirão relatou que, os garis não possuem máscaras nem roupas adequadas para lidar com o lixo. “Na minha rua passa um caminhão com um homem pisando dentro do lixo, sujeito a doenças”, contou.

Ouça áudio das denunciantes na rádio Alto Piranhas.

Outro lado – Procurado pela reportagem do Diário do Sertão, um dos responsáveis pela empresa Limpcar, Fabrício Feitosa respondeu as denúncias dos moradores de Cajazeiras.

Com relação ao descumprimento no cronograma, Fabrício informou que, realmente houve uma falha devido ao feriado do carnaval, mas afirmou que, todos os trabalhos já estão sendo normalizados.

No que diz respeito à falta de garis, Fabrício negou a informação. “Estamos com um quadro de 75 funcionários e quatro carros espalhados pela cidade, trabalhando diariamente”, garantiu.

Por fim, no que se refere a falta de condições de trabalho, Fabrício mais uma vez negou a informação e revelou que os garis recebem fardamentos, luvas e máscaras, além de lanche. “Alguns deles não utilizam, mas é tudo entregue”, garantiu.

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares