header top bar

section content

Pesquisador encontra osso fossilizado no Vale dos Dinossauros e descobre cinco pegadas na região de Cajazeiras

O caso foi comunicado ao Ministério Público Federal, para que seja solicitada a presença de paleontólogos para examinarem mas marcas nas rochas

Por

11/02/2014 às 08h52

O pesquisador encontrou um osso fossilizado no Vale dos Dinossauros (Foto: DS)

Na semana passada, o pesquisador Luiz Carlos, localizou um osso fossilizado no Vale dos Dinossauros, que ele acredita que seja de um dinossauro. Recentemente, o estudioso encontrou também cinco pegadas de dinossauros na zona rural de São João do Rio do Peixe. Todo material será analisado por especialistas.

Osso fossilizado
O estudioso foi juntamente com o fotógrafo Saullo Dannylck para um sitio na região da cidade de Sousa, onde iriam fotografar aves da caatinga e traços da cultura sertaneja, e Luiz Carlos aproveitou para caminhar sobre rochas cretáceas em busca de pegadas de dinossauros ou outras ocorrências da paleontologia, como faz habitualmente. Durante o passeio, o pesquisador descobriu um osso fossilizado com aproximadamente 50 centímetros de comprimento, dentro de rocha sedimentar do Cretáceo Inferior. O fóssil veio à luz, pela erosão na rocha sedimentar.


                                Pesquisador afirma que osso fossilizado pode ser de um dinossauro (Foto: Saullo Dannyck)

Luiz Carlos não informou o local exato onde encontrou o osso fossilizado, no entanto afirmou que pode ser de um dinossauro, e já comunicou o caso ao Ministério Público Federal, para que seja solicitada a presença de paleontólogos para examinar o caso.

Cinco pegadas
Recentemente no Sítio Pereiros, zona rural de São João do Rio do peixe, durante buscas aos rastros dos animais pré-históricos, o estudioso encontrou cinco pegadas de dinossauro terópoda, bípede do grupo dos carnívoros.

 
                                         Pegadas encontras na zona rural de São João do Rio do peixe (Foto: Luiz Carlos)

De acordo com Luiz Carlos, quem esteve neste sitio quando fez contramoldes em gesso das pegadas foi a paleontóloga Márcia Aparecida dos Reis Polck do DNPM do Rio de Janeiro, com auxiliares, todos do DNPM das cidades de Campina Grande, Crato e Brasília.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor