header top bar

section content

Fechamento de Hemodiálise: Hugo Motta pede ao Governador que tome providências

O deputado federal Hugo Motta tornou público o sofrimento dos pacientes que dependem dos serviços de diálise na cidade de Patos

Por

06/09/2013 às 16h27

Utilizando a tribuna do Plenário Ulysses Guimarães, na Câmara dos Deputados, o deputado federal Hugo Motta tornou público o sofrimento dos pacientes que dependem dos serviços de diálise na cidade de Patos e que estão temerosos com a possibilidade de fechamento do Centro de Hemodiálise.

A empresa responsável pela prestação do serviço de diálise, Clínica Nefrológica Santo Amaro LTDA, anunciou via ofício que vai suspender o atendimento na próxima segunda-feira, dia 09, e solicitou ainda do Governo do Estado a remoção dos usuários para outro Centro que preste serviço similar.

O parlamentar lembrou as dificuldades que os usuários do serviço passam. “O sofrimento das pessoas é grande devido à doença, passa por um grande desgaste, e agora está sendo agravada por conta do medo de ter os serviços suspensos. Isso não pode ocorrer. Vidas não podem ser perdidas. Esperamos que o governo do estado regularize a situação o mais rápido possível”, disse.

De acordo com o ofício enviado, a suspensão dos serviços tem como motivo o não pagamento por parte do Governo do Estado à empresa. “Em pleno século XXI, onde os repasses são feitos pelo Governo Federal, onde o Governo Estadual tem que investir 12% ao ano em saúde, um serviço mais do que essencial, vital para essas pessoas, não pode parar. As faturas do mês de Maio, Junho e Julho estão em aberto. Caso não haja a regularização desses pagamentos, esses serviços serão suspensos. Com isso, os pacientes terão que se deslocar até Campina Grande, aumentando o sofrimento dessas pessoas. Peço ao governador que tome uma providência, pois o sertão necessita desse serviço. Não posso me calar diante dessa realidade e acredito que isso será sanado”, afirmou.

O gerente regional de Saúde de Patos, José Leudo de Farias Alves, afirmou em entrevista recente à imprensa que não tem conhecimento do fechamento do Centro de Hemodiálise de Patos, mas afirmou que a equipe havia elaborado um relatório no mês de março, no qual constam algumas irregularidades identificadas. O gerente disse ainda não ter sido comunicado sobre o fechamento do Centro de Hemodiálise e que espera que isso não ocorra, pois a população é que sairá prejudicada.

Assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares