header top bar

section content

Saudades: Cajazeiras e região completam um ano sem o médico Epitácio Leite. Confira!

Epitácio foi prefeito de CZ por três vezes, foi também vice-prefeito. Foi prefeito do município de Cachoeira dos Índios, deputado estadual por duas vezes.

Por

04/12/2011 às 12h25

No próximo dia 17 de dezembro vai completar um ano do falecimento do médico Epitácio Leite Rolim, que dedicou sua vida às grandes causas de sua querida Cajazeiras. Fez do exercício da medicina, por longos 50 anos, um verdadeiro sacerdócio e era no atendimento aos mais pobres que se dedicava com carinho.

Epitácio foi prefeito de Cajazeiras por três vezes, foi também vice-prefeito. Foi prefeito do município de Cachoeira dos Índios, deputado estadual por duas legislaturas, secretário de Estado e eleitor maior na vitória de sua esposa, Zarinha leite, para a Assembléia Legislativa da Paraíba.
De acordo com o historiador, José Antonio de Albuquerque, como político, jamais se levantou qualquer suspeita sobre a honestidade de Epitácio. Ele era um homem rico quando iniciou sua carreira política e a cada eleição que participou ao final vendia um dos seus imóveis para pagar as despesas da campanha. Talvez, do seu patrimônio, herdado de seu pai, pouco tenha restado.

“Um ano depois de sua morte, desconheço que a cidade de Cajazeiras, através de seus representantes, tenha feito qualquer homenagem a este que foi um eterno escravo de seu povo. Cajazeiras tem sido uma madastra muito ingrata com seus grandes filhos”, disse o historiador.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do Gazeta do Alto Piranhas

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula