header top bar

section content

No Sertão: Adiada sessão solene para entrega de Título de Cidadania ao empresário João Claudino

João Claudino teve o título de cidadão aprovado por unanimidade pelos vereadores de Poço Dantas.

Por

31/10/2011 às 10h50

A Sessão Solene que estava marcada para a próxima quinta-feira (03), na cidade de Poço Dantas foi adiada para uma nova data. Segundo informações repassadas pela mesa-diretora da Câmara, o empresário informou que não terá condições de comparecer à solenidade, ficando para outro dia.

João Claudino teve o título de cidadão aprovado por unanimidade pelos vereadores de Poço Dantas. A cidade também foi distrito de Uiraúna, onde nasceu seu pai, Joca Claudino, mais precisamente na Fazenda Catingueira, que hoje pertence ao município de Joca Claudino.

A homenagem é um reconhecimento da colaboração que o empresário sempre deu as lideranças políticas do município e a cidade, onde ele tem muitos amigos. Mesmo assim, a apresentação da Esquadrilha da Fumaça está confirmada para o dia 03 deste mês (quinta-feira), em Cajazeiras às 10:30 horas, com concentração na parede do Açude Grande e Leblon e em Joca Claudino, às 10:30 horas, com concentração da população no Campo de Futebol.

A apresentação da Esquadrilha da Fumaça é mais um presente do empresário João Claudino à população de Cajazeiras e de Joca Claudino. A intenção do empresário era que os aviões decolassem do Aeroporto Regional de Cajazeiras e não de Juazeiro do Norte, como aconteceu na vez anterior, mas infelizmente o Aeroporto Regional de Cajazeiras ainda não foi homologado pela ANAC.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações de José Ronildo
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula