header top bar

section content

Prefeito do Sertão é acusado de se apropriar de dinheiro dos servidores; A denúncia está no MP

O dinheiro descontado dos contra-cheques deveria ser passado para a Caixa Econômica para que fossem pagas as mensalidades dos empréstimos.

Por

27/10/2011 às 20h34

O advogado do Sindicato dos Servidores de São José da Lagoa Tapada, Fabrício Abrantes levou nesta quinta-feira (27) para o Ministério Público uma denúncia contra o prefeito do município, Neto de Coraci (DEM) onde ele estaria sendo acusado de se apropriar de dinheiro descontado em contra-cheques de funcionários.

De acordo com Fabrício, o dinheiro descontado dos contra-cheques deveria ser repassado para a Caixa Econômica Federal para que fossem pagas as mensalidades dos empréstimos consignados feitos por alguns aposentados do município, entretanto, o nome de quase todos os servidores que fizeram empréstimo estão no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa.

Fabrício afirmou que vem tentando resolver esse problema junto à Prefeitura de São José da Lagoa Tapada, mas, segundo ele, não obteve êxito. “Não tivemos outra alternativa se não levar o caso a Curadoria do Patrimônio Público para que seja tomada uma providência”, disse o advogado.

O outro lado
A reportagem do Portal Diário do Sertão tentou entrar em contato com o prefeito de São José da Lagoa Tapada, Neto de Coraci, porém, ele não foi localizado.

Ouça Áudio da 104 FM:

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018