header top bar

section content

Estudante do Sertão morta por professor é sepultada em Brasília; Família pede justiça

A família da vítima deram o último adeus a jovem nesse domingo.

Por

03/10/2011 às 16h30

A estudante Suênia de Sousa Farias, de 24 anos, natural da cidade de Pombal, no Sertão da Paraíba foi enterrada nesse domingo (02), na cidade de Brasília, após ser assassinada pelo professor de Direito, Rendrik Vieira Rodrigues. Ele está preso na carceragem de Polícia Especializada (PE), não recebeu visitas e confessou a autoria do crime.

O professor é acusado de assassinar a paraibana, por estar inconformado com o fim de um relacionamento entre ambos. A jovem havia voltado a viver com ex-marido.

Rendrik teria encontrado a estudante na porta da faculdade e os dois saíram no carro dela para conversar e próximo Jockey Clube ela foi atingida com três tiros de pistola.

A irmã da vítima, Silene Faria afirmou que o romance entre a vítima e o acusado teria durado cerca de três meses. “Ela resolveu voltar com marido, que era dele que ela gostava e o acusado não aceitou”. Confessou a irmã.

Silvano Faria, irmão da vítima disse que quer justiça. ”Que ele apodreça na cadeia”.

O pai de Suênia, Sinval Monteiro de Faria, disse que o acusado tem que continuar preso. "Não podem deixar ele solto para matar outras filhas”. Frisou Sinval

Veja fotos e vídeo!

style=width: style=width:

src=http://www.liberdade96fm.com.br/noticias/images/noticia/ENTERRO%20DA%20JOVEM.jpg

Vídeo do G1

DIÁRIO DO SERTÃO com fotos do 96 Pombal FM
 

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018