header top bar

section content

Coligação e Secretaria de Saúde emitem notas de repúdio após confusão em frente ao SAMU de Uiraúna

Na nota de repúdio, coligação 'Uiraúna Para Todos' condena atitude de policial militar e diz que SAMU foi usado "como forma de esconderijo e constituição de um álibi"

Por Jocivan Pinheiro

14/11/2020 às 16h42 • atualizado em 14/11/2020 às 16h49

Militantes protagonizaram confusão nas ruas de Uiraúna

A coligação ‘Uiraúna Para Todos’, que tem como candidata a prefeita Leninha Romão (PP), emitiu uma nota de repúdio pela confusão generalizada que ocorreu na noite da última quarta-feira (11) entre militantes adversários. A briga foi parar em frente à sede do SAMU, que quase foi invadida.

Na nota, a coligação pede que haja esclarecimento dos fatos e condena a atitude de um policial militar armado que agrediu um militante que filmava a confusão. O texto diz ainda que o SAMU foi usado “como forma de esconderijo e constituição de álibi”.

VÍDEO: Uiraúna vivencia noite de terror após confusão e tentativa de invasão a sede do SAMU

Quem também emitiu uma nota de repúdio foi a Secretaria de Saúde de Uiraúna, que classificou o ato em frente à base do SAMU como vandalismo e diz que os militantes tentaram interferir no atendimento de uma pessoa ferida aterrorizando a equipe que estava de plantão.

Leia a nota da coligação ‘Uiraúna Para Todos’

“A Coligação ‘Uiraúna Para Todos’ vem a público externar repúdio e esclarecimentos aos ataques inescrupulosos, violentos, manipuladores e repressivos contra a população de Uiraúna.

A agressão cometida por um policial militar armado, na noite de quarta-feira (11), contra um eleitor do grupo de oposição, pai de família, residente do bairro Bela Vista, foi um ato de pura arrogância e demonstração de poder em ‘defesa’ de um grupo político que ataca de todas as formas a democracia e a expressão popular.

Lamentamos os ataques violentos contra nossa população e o uso de equipamentos públicos, como o SAMU, como forma de esconderijo e constituição de um álibi desrespeitoso, a fim de subestimar o entendimento das pessoas de que esta ação foi totalmente partidária, covarde, truculenta e opressiva.

Nos solidarizamos com o nosso amigo Nivan Borges de Sousa e estamos dando suporte para que todas as medidas cabíveis e necessárias para a correta punição dessa ocorrência seja realizada.

Finalizamos reiterando o nosso compromisso com o povo de Uiraúna, de proporcionar-lhes uma campanha digna, justa e transparente. Nós respeitamos cada cidadão que possui o poder do voto, livre e secreto, respeitamos seus direitos de cidadão e o processo eleitoral sustentado nas bases democráticas.

Não vamos nos calar! Nós venceremos o mal, a truculência, a opressão e a tradição da corrupção herdada por sobrenomes”

Leia a nota da Secretaria de Saúde de Uiraúna

“A Secretaria Municipal de Saúde vem a público, por meio desta nota, manifestar seu total repúdio ao ato de vandalismo cometido por militantes partidários da cidade de Uiraúna na noite desta quarta-feira, dia 11 de novembro de 2020, em frente à Base de Serviço e Atendimento Móvel de Urgência – SAMU.

Durante a noite de ontem alguns cidadãos se aglomeraram em frente ao SAMU de Uiraúna-PB e aos gritos, vaias e xingamentos obstruíram a entrada da base, além de aterrorizarem a equipe que estava de plantão na tentativa de interferir no atendimento que estava sendo efetuado no local, inclusive profissionais magistrados, que se encontravam visivelmente embriagados, incitando aos presentes a invadirem a base no momento do atendimento.

Expressamos nossa total indignação pelo fato ocorrido, tendo em vista que não só comprometeu a ordem e a tranquilidade da cidade como feriu o direito incontestável dos cidadãos de desempenharem seu trabalho, ainda mais grave quando deste trabalho dependem vidas, como é o caso do serviço prestado pelo SAMU.

Lamentavelmente o ato promovido acabou resultando na suspensão temporária dos serviços da base, o que impediu inclusive que fossem atendidos a dois chamados da população por estarem inviabilizados de sair com as ambulâncias para o campo, diante da total alteração da manifestação em questão.

Lastimamos ainda o terror psicológico a que nossos servidores foram expostos, por terem se visto coagidos e impedidos de exercerem suas funções, que é a de salvar outras vidas, para tentar preservar sua própria integridade física e psicológica, eles foram vítimas de total desrespeito por parte dos manifestantes em questão.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência desempenha um importantíssimo papel em nossa cidade e ter esse serviço suspenso, por uma atitude tão tresloucada quanto esta, chocou não só aos servidores que presenciaram a cena como a toda a população que acordou com uma sensação de medo, insegurança e revolta estampados em seus rostos.

A secretaria municipal de saúde esclarece a toda a população que o episódio está sendo apurado pelas autoridades competentes, para punir dentro da lei, aos responsáveis de acordo com os atos cometidos.

Na oportunidade, reiteramos nossa solidariedade aos servidores do SAMU e reiteramos nossos votos de confiança nos serviços por eles desempenhados em nossa cidade e região.”

DIÁRIO DO SERTÃO

DETONOU

VÍDEO: Advogado repudia vice-presidente Mourão após afirmação de que não existe racismo no Brasil

'NUNCA FIZ MAL A NINGUÉM'

VÍDEO: Médico e enfermeiro derrotado nas eleições em Ipaumirim-CE crítica oposição e faz desabafo

ALEGRIA DO SERTANEJO

VÍDEO: Rios transbordam após chuva de 110 milímetros em cidade da região de Princesa Isabel

VAMOS AJUDAR

VÍDEO: Com câncer raro, cearense faz apelo para conseguir dinheiro para cirurgia: “Entrego a Deus”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!