header top bar

section content

Golpe de saidinha de banco e atropelamento a idosa no Centro de Cajazeiras movimentam área policial

Outro fato movimentou a área policial de Cajazeiras nessa sexta-feira (29). Trata-se do atropelamento de uma idosa, no Centro da cidade. Veja fotos!

Por

29/01/2016 às 15h01

Golpe de saidinha de banco no Centro de Cajazeiras movimentou área policial

Duas jovens da cidade de Cachoeira dos Índios foram vítimas da ‘saidinha’ de banco, no Centro de Cajazeiras. O fato ocorreu nesta sexta-feira (29), quando um casal aplicou o conhecido golpe.

Leia mais

? Ousadia: Homem rouba moto em Cajazeiras e depois volta para abastecer veículo. Fotos

Taxista bate de frente com motoqueiro após tentar ultrapassagem em Cajazeiras. Vídeo!

As jovens sacaram R$ 3.400 de um empréstimo e um dos acusado deixou cair um cheque e um cartão sendo encontrado por uma das jovens, que ao devolver foi levada pelas falsas promessas de boa recompensa.

O acusado pediu que elas deixassem suas bolsas e fossem pegar presentes numa loja indicada por ele. As jovens ao retornar para pegar as bolsas notaram que tinham caído num golpe. A polícia militar esteve no local, mas ninguém foi identificado.

Outro fato movimentou a área policial de Cajazeiras nessa sexta-feira (29). Trata-se do atropelamento de uma idosa, Margarida Isabel Bezerra, 71 anos na Avenida Engenheiro Carlos Pires de Sá, também no centro da cidade.

Segundo informações de populares, o condutor da moto identificado como Lindomar Gonçalves atropelou a idosa quando ela tentava atravessar a Avenida.

DIÁRIO DO SERTÃO com foto de Ângelo Lima

Tags:
MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”