header top bar

section content

Matar ou morrer: indícios apontam que PM agiu em legitima defesa, diz delegado. Vídeo!

Próximo ao corpo das vítimas, os militares encontraram duas armas de fogo, um revólver e uma pistola.

Por

22/12/2015 às 12h00

A reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão entrevistou nesta terça-feira (22) o delegado Francisco Abrantes, ele é responsável pela investigação do duplo homicídio registrado por volta das 21h do domingo (20) no bairro Mutirão na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba. 

O crime
De acordo com informações da Polícia Militar, os adolescentes Raimundo Inácio de Lira Neto, conhecido também como “Nandinho” e Francisco Ihwry Ferreira Leite, ambos de 17 anos chegaram na residência do policial do 14º Batalhão de Polícia Militar, identificado como Moreira, e efetuaram vários disparos de arma de fogo no local, quando o militar pegou uma arma e revidou atingindo os jovens que não resistiram e morreram no local.

Arma roubada
Próximo ao corpo dos jovens, os militares encontraram duas armas de fogo, um revólver e uma pistola. Após investigações, foi verificado que o revólver Cal. 38 teria sido tomado por assalto de um segurança da agência dos correios da cidade de Lagoa.
O militar se apresentou na delegacia e prestou depoimento sobre o ocorrido.

Leia também:

Jovens mortos por policial militar durante troca de tiros em Sousa são identificados

De acordo com o delegado, existem provas suficientes que apontam que o militar agiu em legítima defesa.

"Vamos ouvir outras testemunhas que estavam no local no momento do crime, para saber se realmente o policial militar agiu em legitima defesa ou não, no entanto,a principio já existem indícios suficientes que apontam que o militar agiu realmente em legítima defesa. Eu que conheço o militar, sei de sua conduta moral e educada", finalizou.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras

EMOCIONANTE

VÍDEO:Em documentário especial, Xeque Mate mostra realidade de famílias que moram no Lixão de Cajazeiras

ENTRE PÚBLICO E PRIVADO

VÍDEO: Empresário revela que quase foi candidato a prefeito de Cajazeiras e explica por que recusou

VÍDEO

Sindicatos batem martelo e definem novo salário dos comerciários de Cajazeiras para 2019-2020