header top bar

section content

VÍDEO: Vereadora reeleita diz que José Aldemir estaria perseguindo empresários da cidade de Cajazeiras

“Os empresários precisam ser respeitados e não perseguidos. Estamos vendo perseguições contra empresários aqui de Cajazeiras, porque não comungou do projeto”, afirmou a vereadora.  

Por Juliana Santos

27/11/2020 às 16h06 • atualizado em 27/11/2020 às 18h17

A vereadora Léa Silva (Cidadania) fez declarações quentes durante o programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão, dessa quinta-feira (26). A segunda vereadora mais votada na eleição do dia 15 de novembro, reeleita com 1.322 dos voto válidos, afirmou que o prefeito também reeleito, José Aldemir (PP) estaria perseguindo empresários da cidade de Cajazeiras, no Sertão do paraibano.

De acordo com a vereadora a perseguição, por parte do prefeito, seria contra empresários que não apoiaram sua campanha que resultou na reeleição. “Os empresários precisam ser respeitados e não perseguidos. Estamos vendo perseguições contra empresários aqui de Cajazeiras, porque não comungou do projeto”, afirmou a vereadora.

Para Léa Silva o município de Cajazeiras precisa de emprego e renda, de investidores e fazer parceria com pessoas que querem empreender na cidade. “Temos que ficar de olhos abertos para que essa cidade cresça mais, tenha alta estima, os empresários tem que ser respeitados”, pontuou.

VEJA TAMBÉM 

Vereadora de oposição diz que espera que gestão de Zé Aldemir seja cada vez melhor

A vereadora também falou do seu relacionamento com os gestores que passaram pela prefeitura da cidade. De acordo com Léa, as vezes que ficou ao lado do prefeito, de três a quatro gestões, durante seus nove mandatos, sempre se manteve vigilante. “Eu nunca fui capacho de prefeito nenhum, porque o gestor passa e nós que ficamos aqui na comunidade, a comunidade que tem que ficar alerta e eu estou”, comentou a vereadora.

Ela acrescentou ainda que 90% das decisões tomadas pelos prefeitos que já passaram pela prefeitura de Cajazeiras, ela não concordou, mas teve que conviver. “Os prefeitos que fui parceira, me tinha como antipática, como enjoada, como chata, porque eu dizia a verdade na cara do prefeito ou na cara de quem quer que seja, isso aqui tá errado, eu não concordo com isso. Porque 90% das coisas, as vezes, não concordamos, mas convivemos”, enfatizou Léa.

DIÁRIO DO SERTÃO

COLAPSO

VÍDEO: Empresário cajazeirense que mora em Roraima revela que oxigênio deve acabar em 14 dias

SAÚDE

VÍDEO: Após crise no Amazonas, diretor do Hospital Regional diz se o oxigênio pode acabar em Cajazeiras

VAMOS AJUDAR

VIDEO: Dona de casa chora ao fazer apelo por comida e medicações em Cajazeiras: ‘Tenho dois filhos’

NOS BRAÇOS DO POVO

VÍDEO: Vereador da região de Sousa que tomou posse dentro da prisão é recebido com festa pela população

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!