header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Em Sousa, Pai de advogado fala pela primeira vez após ter atirado em bandido para salvar filho

Pai e filho conversaram com exclusividade com a equipe de reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão. Veja o vídeo aqui

Por

30/09/2015 às 09h25

Pai e filho se encontram abalados após o crime durante a tentativa de assalto

A Reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão esteve na residência do advogado Marcos Aurélio, que fica localizada no bairro São José na cidade de Sousa. Na madrugada do sábado (26) um criminoso foi morto a tiros após tentar assaltar a vítima dentro da própria casa.

De acordo com informações da Polícia Militar, o acusado identificado como “Ronaldo Mão Ligeira”, chegou ao local juntamente com o comparsa, que ficou do lado de fora. Ronaldo pulou o muro da casa e armado com uma faca anunciou o assalto, mas foi surpreendido pelo advogado que percebeu a ação dos criminosos.

Leia também:

Bandido invade casa de advogado para fazer roubo, mas acaba morto em Sousa. Fotos!

Advogado de Sousa agradece e parabeniza pai após matar acusado de roubo.Salvou-me

O acusado entrou em luta corporal com a vítima, mas o pai do advogado identificado Francisco Florêncio da Silva, conhecido também como “Assis da Cagepa”, ao perceber que o filho estava correndo risco de morte, pegou um revólver e efetuou três disparos, sendo que um atingiu o bandido.

Pai salva filho
O senhor Francisco Florêncio da Silva, que é pai de Marcos Aurélio, prestou entrevista ao Diário do Sertão e revelou que foi obrigado a atirar no acusado pra salvar o filho. “Pedi para meu filho se afastar e dei um tiro em direção ao assaltante, mesmo assim o acusado ainda tentou ferir meu filho com golpe de faca e eu efetuei mais dois tiros contra ele. Se o outro estivesse entrado eu tinha matado também. Agraço a Deus pela coragem e ter conseguido salvar meu filho”, disse. 

Assista à reportagem da TV Diário do Sertão!

Advogado segurou bandido
Em entrevista ao Diário do Sertão, o advogado Marcos Aurélio falou como tudo aconteceu e agradeceu ao pai por ter salvado sua vida ao atirar no criminoso. “Graças a Deus, e a meu pai estou vivo hoje para contar a história. Dessa vez, a sociedade venceu”, disse.

O advogado também falou que é a favor que cada cidadão possua uma arma “São muitas exigências, psicotécnico, curso de formação, documentação, autorização da polícia federal, mas é necessário que cada cidadão adquira a posse de arma de fogo para se defender dos criminosos. Os próprios delegados revelaram que vai chegar um momento que será necessário que todos tenham uma arma em casa ou até mesmo nos comércios”, disse.

Assista à reportagem da TV Diário do Sertão!
?

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local