header top bar

section content

Em Cajazeiras: GTE prende acusado de atear fogo em homem; vítima morreu queimada

Na oportunidade, a vítima se agarrou com o acusado e ambos foram queimados pelo fogo, entretanto, José Coelho conseguiu escapar.

Por

05/04/2015 às 15h08

José nega que ateou fogo em homem

O Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil de Cajazeiras cumpriu um mandado de prisão neste domingo (05) contra José Coelho Viana. Sob José pesa a acusação de ter ateado fogo em Roberto Rivelino que não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. 

O crime ocorreu no dia 15 de agosto de 2011 no estabelecimento comercial do acusado, localizado no distrito de Boqueirão, zona rural de Cajazeiras. Na oportunidade, a vítima se agarrou com o acusado e ambos foram queimados pelo fogo, entretanto, José Coelho conseguiu escapar.

Após ser localizado, José Coelho negou a acusação e disse que ele mesmo quem foi morto: “Eu que fui a vítima. Me mataram e ao lembro de nada”, disse.

O delegado do GTE, Bráz Marroni disse que a equipe está realizado operações o intuito de cumprir todos os mandados de prisão.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: No Mês da Black Friday, concessionária Brazauto oferece preços e formas de pagamento especiais

VÍDEO

Vereador lamenta falta de doação ao Hospital Laureano e acusa prefeito de Pombal: “Virou as costas”

TROVÃO NO BRASILEIRÃO

VÍDEO: Prefeito se compromete a patrocinar o Atlético de Cajazeiras com R$ 20 mil mensais em 2020

É LEI OU NÃO?

VÍDEO: Advogado explica diferenças entre união homoafetiva estável e casamento gay no âmbito jurídico