header top bar

section content

Jovem morre e quatro amigos ficam feridos após grave acidente em Cajazeiras. Imagens fortes!

Agentes do Instituto de Polícia Científica (IPC) realizaram perícia no local do acidente de trânsito. Confira as imagens aqui

Por

18/10/2014 às 22h56

Jovem de 24 anos morreu após um grave acidente (Foto: Wgleyson)

Um grave acidente registrado na tarde do último sábado (18) na estrada que dá acesso ao Distrito de Boqueirão, em Cajazeiras, deixou uma pessoa morta e outras quatro feridas. 

De acordo com a Polícia Militar, o jovem Geovane Rodrigues Dias, de 24 anos, conduzia um veículo Gol de cor cinza e seguia com destino a uma festa de aniversário com mais quatro amigos no carro. Ao chegar próximo ao sítio Riacho Fundo, o condutor perdeu o controle do carro que saiu da pista e capotou várias vezes.

Com o impacto, o jovem Geovane sofreu diversas escoriações, fraturou o pescoço e morreu no local do acidente. Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito. Os outros ocupantes do carro sofreram ferimentos e foram socorridos para o Hospital Regional de Cajazeiras.

O local do acidente foi isolado por policiais militares da 5ª Companhia de Trânsito. Agentes do Instituto de Polícia Científica (IPC) realizaram perícia no local do acidente de trânsito.

O corpo de Geovanne Rodrigues foi encaminhado em uma viatura do Rabecão até o Instituto Médico Legal (IML) em Patos para realização do exame cadavérico.

Veja reportagem da TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”