header top bar

section content

GTE de Sousa prende duas pessoas e polícia de Cajazeiras prende homicida. Fotos e vídeo!

​De acordo com o delegado Antônio Luiz Barbosa Neto, o acusado preso em Cajazeiras já praticou um homicídio em Fortaleza.

Por

11/09/2014 às 14h12

Acusados presos pelo GTE na cidade de Sousa (Foto: Diário do Sertão)

No final da tarde de ontem (11), o Grupo Tático Especial da Polícia Civil de Sousa, conseguiu cumprir dois mandados de prisão na cidade de Sousa. O primeiro a ser localizado foi o jovem Antônio Petrúcio dos Santos Aragão, acusado de furto qualificado. Logo em seguida os policiais prenderam Fernando Alves dos Santos, acusado de violência doméstica (Lei Maria da Penha).

Antônio Petrúcio foi preso em um espetinho no bairro São José, já Fernando foi localizado e preso às margens da BR 230. Os acusados foram encaminhados à Colônia Penal Agrícola do Sertão, onde ficaram a disposição da Justiça.

?De acordo com o delegado Neto, o acusado confessou que já praticou um homicídio em Fortaleza.

Em Cajazeiras
Já o GTE da Polícia Civil de Cajazeiras agiu em conjunto com o Serviço de Inteligência do 6º Batalhão de Polícia Militar e conseguiram localizar o acusado Pedro Rodrigues dos Santos, mais conhecido como Pedro Alemão, que responde pelo crime de tentativa de homicídio.

No momento da prisão o acusado estava em sua residência no bairro São Francisco em Cajazeiras. A Polícia cercou a casa e o homem não esboçou nenhuma reação durante a prisão.

O acusado foi encaminhado até o Presídio Regional de Cajazeiras onde ficou a disposição da justiça.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

ALERTA!

VÍDEO: Xeque Mate recebe bombeiros militares em programa sobre acidentes dométicos e primeiros socorros

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”